Emater realiza 'Dia de Campo' sobre manejo de açaizal nativo para produtores de Salvaterra

13/09/2021 16h55 - Atualizada em 13/09/2021 17h20

Agricultores familiares da Comunidade Albino, no município de Salvaterra, participaram no último final de semana de um Dia de Campo, promovido pelo escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) no município.

O objetivo da programação foi capacitar os agricultores para o manejo de açaizais nativos, melhorando a produção de forma sustentável, explica o engenheiro agrônomo, Orlando Lameira, chefe do escritório local da Emater em Salvaterra.

“Usamos a metodologia do Dia de Campo para socializar informações sobre as boas práticas de manejo, mantendo a biodiversidade da floresta. A produção de açaí em Salvaterra ainda é baixa comparada com outros municípios do Marajó que tem grandes área de várzea, mas a procura por assistência técnica para a cultura do açaí tem crescido, devido a importância da atividade e valorização do fruto a nível mundial, então estamos intensificando o trabalho nessas áreas”, afirma Orlando.

Entre as ações voltadas para o aumento da produção e assistência aos produtores, desenvolvidas pelo escritório da Emater em Salvaterra, estão a capacitação dos extrativistas, a elaboração do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e a elaboração projetos de crédito rural.

Atualmente, a produção de açaí dos 86 produtores acompanhados pela Emater no município é de pouco mais de 3 toneladas do fruto por hectare ao ano. A expectativa é de que com a execução do manejo essa quantidade chegue a mais de oito toneladas por hectare.

O agricultor Gabriel da Silveira, que foi um dos participantes da programação, possui uma área de 32 hectares, dos quais oito se destinam a retirada do açaí. Atualmente, é da produção de cerca de seis paneiros por dia, que ele garante o sustento da família.

“A produção, que eu tiro do meu açaizal, é suficiente para o consumo da minha família e o excedente eu vendo para os atravessadores e essas informações do Dia de Campo foram muito importantes porque vão me ajudar a aumentar a produção na minha área”, diz Gabriel.

 O Dia de Campo foi realizado pela Emater em parceria com a Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará). Os técnicos da Emater, que repassaram aos agricultores, de forma teórica e prática, todas as etapas do manejo do açaizal nativo, desde a demarcação da parcela (cada uma delimitada em uma área de 25 m²); passando pelo inventário florestal, que é o levantamento das árvores, açaizeiros e outras palmeiras dentro da parcela; e a etapa final da intervenção de manejo para aumentar a produção de frutos de açaí e manter a biodiversidade.

Com a parceria da Adepará, os agricultores também receberam orientações sobre a Guia de Trânsito Vegetal (GTV) para a cultura do açaí, documento que permite a rastreabilidade do açaí e regulamenta o seu trânsito interno.

Dia de Campo

O Dia de Campo é um método de divulgação de tecnologias e práticas agropecuárias sustentáveis voltadas para o meio rural muito usado pelos serviços de extensão rural no Brasil e que visa promover a comunicação entre produtores, técnicos e outros pares e estimular os participantes para a adoção dessas tecnologias práticas visando melhores resultados produtivos e ambientais.

Texto: Etiene Andrade (Ascom/Emater)

Por Governo do Pará (SECOM)