Pará lidera na região Norte a geração de empregos formais no setor de Serviços

Dados do Dieese mostram que foram abertos quase 13 mil postos de trabalho no primeiro semestre deste ano

21/08/2021 06h00 - Atualizada em 21/08/2021 03h22

Mesmo diante de todas as medidas restritivas tomadas para conter a pandemia de Covid-19, o Pará vem apresentando uma trajetória positiva na geração de empregos. De acordo com dados divulgados pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o Pará foi o maior gerador de empregos formais no setor de Serviços em toda a região Norte, no primeiro semestre deste ano.

De janeiro a junho de 2021, o Estado gerou quase 13 mil postos de trabalho no setor de Serviços, e no balanço dos últimos 12 meses também foi o setor que registrou crescimento de empregos formais. Somente no mês de junho, o Pará abriu 2.218 postos de trabalho, seguido pelos estados do Amazonas, com a geração de 1.999, e Rondônia, com 730.O Pará, mesmo com a crise econômica provocada pela pandemia, mantém a abertura de postos de trabalho formais

, Retomada econômica - "O setor de Serviços é um dos principais segmentos que têm movimentado o processo de retomada econômica do nosso Estado. Em meio à pandemia, o número de prestadores de serviços aumentou, principalmente os entregadores de gêneros alimentícios, ajudantes e técnicos de pequenas reformas. Agora, com a diminuição das restrições, retomam os espaços de estética, salões de beleza, o que tem contribuído no alcance dos mais de 12 mil novos postos. Com o novo pacote econômico, o Estado permitiu a manutenção das atividades básicas, a geração de renda e a continuidade na contratação de novos trabalhadores", ressaltou Inocencio Gasparim, titular da Seaster (Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda).

O estudo mostra também que, no primeiro semestre deste ano, em todo o Pará houve saldo positivo de empregos formais, no comparativo entre admitidos e desligados. Foram feitas 65.627 admissões, contra 52.638 desligamentos, o que resulta na geração de 12.989 postos de trabalho.

Segundo o Dieese, nos últimos 12 meses o Pará apresentou saldo positivo de empregos formais. Foram feitas 119.890 admissões, contra 99.692 desligamentos, totalizando a geração de 20.198 postos de trabalho.

Por Governo do Pará (SECOM)