Moradores da Cabanagem e Terra Firme visitam obras da Usina da Paz, em Belém

O objetivo foi acompanhar o avanço das obras e estreitar a relação com as comunidades que receberão os complexos

12/07/2021 13h09 - Atualizada em 12/07/2021 13h58

Moradores conheceram de perto o avanço das obras da Usina da Paz na CabanagemA manhã desta segunda-feira (12) foi de surpresa para os moradores dos territórios da Cabanagem e da Terra Firme, em Belém. Eles foram convidados a conhecer as obras da Usina da Paz da Cabanagem, uma das mais avançadas entre os complexos da Região Metropolitana de Belém.

A visita foi acompanhada por representantes da Diretoria das Usinas da Paz e do Núcleo de Articulação da Cidadania, da Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac), e guiada pela engenheira da Vale responsável pela obra, Ana Paula Chagas. Os moradores receberam as instruções iniciais para entrar na obra e informações a respeito do avanço da construção, que segue avançada, chegando na etapa final. Os prédios e piscina passam por revestimentos, a instalação de móveis pré-moldados e coberturas, assim como os acabamentos em reboco, pintura e revestimento de fachadas. Em seguida, eles acompanharam de perto o andamento dos serviços.

Novas oportunidades

Isabelle Coelho aguarda ansiosa para fazer atividades na piscina do complexo esportivo da Usina da PazCom o celular na mão, a agente comunitária de saúde Isabelle Coelho registrava a construção dos espaços. “Eu estou de folga do trabalho e me dediquei a vir nessa visita registrar a obra para poder divulgar para outras pessoas do bairro. A comunidade precisava desse espaço e vir hoje aqui, comprovando que esse sonho está sendo realizado, não tenho palavras para expressar a alegria que estou sentindo, vendo essa piscina pronta, já não vejo a hora de fazer alguma atividade aqui. Só tenho a agradecer”, contou a moradora.

Iranilde Maximiana da Silva mora há 32 anos na Cabanagem. Para ela, esse complexo comunitário está chegando em boa hora e vai ser muito útil, principalmente para a juventude. “A Cabanagem já foi muito esquecida pelo poder público, mas agora nesse atual governo vimos uma esperança, foi o único que olhou com carinho para gente. Os jovens não tinham opções de lazer ou profissionalização aqui no bairro, agora eles vão poder fazer um esporte, cursos e oficinas... Temos muitos jovens talentosos na Cabanagem, que faltam ser capacitados, mas agora com a Usina eles terão essa oportunidade”, disse Iranilde.

Iranilde Maximiana da Silva mora há 32 anos na Cabanagem e acredita que muitos jovens serão beneficiados com as Usinas da PazA gestora do TerPaz Cabanagem, Ivanilda Vieira, conhece a realidade do bairro e vê com orgulho a transformação que o programa está levando aos moradores. “Essa obra tem uma importância muito grande para essa comunidade. Anteriormente, não havia nada. Eu até brinco com isso que antes as pessoas perguntavam ‘e a Cabanagem?’. A Cabanagem é fácil de falar, não tem praça, não tem hospital, não tem nada. E hoje a comunidade olha essa obra e vê um local que ela vai poder usufruir e frequentar e também ser incluída nos diferentes serviços que vão oferecer”, concluiu.

A moradora da Terra Firme Edméa Ribeiro aguarda ansiosa a entrega desse equipamento público. “Eu particularmente fico sem palavras em ver o avanço dessa obra, porque na maioria das vezes a gente só ouve ‘temos um projeto, temos um plano, temos uma construção’ e quando chega na hora, a gente vê que aquilo não está adiantado, completamente diferente com essa obra da Usina da Paz, que já está quase sendo entregue aqui na Cabanagem e logo logo, eu creio, que será a vez da Terra Firme. Primeiro quero agradecer a Deus e parabenizar todos que estão concluindo essa obra, dos serventes aos técnicos e todos aqueles que estão trabalhando voluntariamente”, contou.

As obras na Cabanagem estão sendo executadas em parceria com a empresa Vale, que está arcando integralmente com os custos. O Governo não receberá nenhum recurso econômico, mas receberá a Usina pronta e equipada. A previsão é que o equipamento público seja entregue até o final do ano.

Parceria

A Usina da Paz é um projeto integrado ao programa estadual Territórios Pela Paz, elaborado pelo Governo do Pará e coordenado pela Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac), em parceria com a iniciativa privada. O propósito é a construção de 10 Usinas na Região Metropolitana de Belém, e no sudeste do Estado.

Serviços

Engenheira da Vale, Ana Paula Chagas. responsável pela obra, explica os procedimentos de segurança e técnicos da obraEntre os espaços, as UsiPaz terão complexos esportivos, salas de audiovisual, espaços de inclusão digital e vários serviços, como atendimento médico e odontológico, consultoria jurídica, emissão de documentos, ações de segurança, capacitação técnica e profissionalizante, espaço multiuso para feiras, eventos e encontros da comunidade. Também haverá espaços para cursos livres e de dança, teatro, robótica, artes marciais, musicalização e biblioteca.

Por Paulo Garcia (SEAC)