Moradores de Salinas são contemplados com serviços gratuitos durante ação integrada

Foram realizadas consultas médicas, exames e emissão de documentos, tudo gratuito

08/07/2021 18h04 - Atualizada em 08/07/2021 18h47

“Recebo essa cadeira para minha mãe, que hoje tem 87 anos, e que, por conta da idade e da doença, está há cinco anos sem andar. Rezamos por essa oportunidade que vai ajudar não só a ela como toda a família. Estou feliz demais, e ela ficará mais ainda”, comemorou o pescador Angelino Borges ao ser contemplado na manhã de quinta-feira (08) com uma cadeira de rodas durante a primeira ação integrada promovida pelo Governo do Estado em Salinópolis, na região nordeste. 

Ele ainda conta que já tinha procurado para comprar, mas o preço não era acessível e não possui cartão para parcelar, explicando ainda que todo o orçamento da família, principalmente o da aposentadoria da sua mãe, usado apenas para a compra de remédios. 

Segundo a coordenadora estadual da pessoa com deficiência, Iracy Tupinambá, a Secretaria de Saúde do Estado (Sespa) trabalha nos 144 municípios desenvolvendo esse trabalho. Somente no dia de hoje, o Estado doou 15 cadeiras de rodas padrão, quatro carrinhos e 15 cadeiras de banho. 

“Descentralizar esse serviço era tudo que nós queríamos, o governo mais próximo da comunidade. Hoje, estamos dando qualidade de vida pra esses usuários e além de tudo significa a inclusão deles na sociedade”, frisou.

A Sespa contabilizou mais de 700 atendimentos de saúde, dentre eles, consultas médicas com ginecologista, clínico geral e pediatra, regulação para consultas, exames e cirurgias especializadas, testes rápidos de Sífilis, Hepatite B e C, HIV, IST e Covid-19, como também vacinas contra H1N1, HPV e tríplice viral (sarampo). 

Durante visita a Escola Estadual Dr. Miguel de Santa Brígida, local onde aconteceu a ação, a primeira-dama do Estado, Daniela Barbalho, enfatizou a importância em tornar os serviços básicos mais acessíveis para a comunidade. 

A primeira-dama do Estado, Daniela Barbalho

“A gente precisa estar perto de vocês dizendo que nesse momento o Estado estende a mão amiga e tá junto, na emissão de documento, atendimento médico, entregando as cadeiras de rodas e divulgando nossos trabalhos para que vocês tenham conhecimento e possam de forma mais fácil ter acesso a esses serviços”.

A iniciativa concentra em um só lugar diversos órgãos estaduais e tem a finalidade de levar serviços itinerantes de assistência, saúde, esporte e cidadania para a população em todo o Estado, como ressalta o diretor de Ações Estratégicas da Fundação ParáPaz, Sidney Gouvêa. 

“Estamos percorrendo por diversos municípios do Pará e quando o governo se propõe a reunir diversos serviços em um único lugar é um sinônimo de responsabilidade e compromisso com o cidadão se sensibilizando às dificuldades básicas de cada um”. 

A procura por emissão de documentos bate recorde em todos os municípios. A Polícia Civil, sempre presente nas ações itinerantes, realizou a entrega de 250 cédulas da 1ª e demais vias de carteiras de identidade, facilitando para muitas pessoas que precisavam do documento, como a dona de casa Ruth Cilene Damasceno. 

“O governo está de parabéns. O povo de Salinas estava precisando de uma ação assim. Eu estava tendo essa dificuldade e outras pessoas também, e aqui precisaria ligar para agendar, tem muita burocracia. Aqui foi rápido e eu estou aguardando. Gostei muito”, elogiou.

Na ocasião, a Defensoria Pública viabilizou encaminhamento para a emissão gratuita da 2ª via da certidão de nascimento e ainda prestou orientação jurídica aos moradores. A Fundação ParáPaz proporcionou momentos de entretenimento e interação social e promoveu algumas sessões de rodas de conversa com o público feminino para debater sobre empoderamento e violência doméstica. 

Paula GomesMoradora de Salinópolis, a deputada estadual Paula Gomes acompanhou os atendimentos e agradeceu a mobilização das equipes, tornando possível a parceria com o Governo do Estado. “É uma ação que vem agregar muito para as pessoas que tem dificuldade em tirar seus documentos e sem a documentação não tem como exercer a cidadania. São políticas públicas essenciais chegando na ponta que é onde o cidadão precisa”, afirmou. 

Na sexta-feira (09) a ação continua prestando os mesmos serviços na Escola Estadual Dr. Dr. Miguel de Santa Brígida, de 8h às 14h. 

Por Nathalia Mota (PARAPAZ)