Sejudh finaliza ação de cidadania em Curralinho, no Marajó

Caravana de Cidadania e Direitos Humanos realizou mais de 1.800 atendimentos no arquipélago.

14/06/2021 14h30 - Atualizada em 14/06/2021 15h25

A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) finalizou nesta segunda-feira (14) os atendimentos à população de Curralinho, no Marajó. Durante dois dias, a Escola Francisco Chagas foi palco de uma grande Caravana de Cidadania e Direitos Humanos que emitiu documentos de identidade, ofícios para cartórios e disponibilizou vacinas contra a Covid-19.

Ao longo do dia, serviços como emissão de RG e ofícios para segunda via de certidões de nascimento e óbito, além de orientações jurídicas e relacionadas ao direito do consumidor, marcaram o primeiro dia de ação. Houve ainda vacinação para a Covid-19 e testes rápidos para detecção de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) estavam disponíveis ao público.

“Ocorreu tudo dentro do esperado. A cidade recepcionou bem a equipe da Sejudh e garantimos cidadania à população local”, comentou a coordenadora da ação no município, Tilene Almeida.

Prioridade

“A Sejudh é uma Secretaria extremamente importante para o Estado do Pará, que por meio das suas coordenadorias leva cidadania a todos os paraenses”, ressaltou José Francisco Pantoja. “Assim que conseguimos retornar com nossas ações, o Marajó foi nossa prioridade, pois sabemos que a demanda pelos serviços da Secretaria é alta”, disse o titular da pasta de Justiça e Direitos Humanos, José Francisco Pantoja, em visita.

José Francisco PantojaFrancisca Carneiro, moradora do rio Canaticu, em Curralinho, aproveitou a oportunidade e garantiu um novo documento de identidade. “Moro muito longe da cidade. Para chegar aqui são quase 3 horas de rabeta. Vir aqui e sair com o documento em mãos é muito importante para nós que somos do sítio”, afirmou. 

Desde o dia 6 de junho, a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos já percorreu três municípios do arquipélago. Em Portel, quase 1.000 atendimentos de cidadania e saúde foram realizados. Já em Bagre, 800 atendimentos. A ação conta com as parcerias da Polícia Civil e da Defensoria Pública do Estado. 

De Curralinho, a equipe segue para Oeiras do Pará, onde será realizada ação no dias 15 e 16 de junho, na Escola Municipal Raimundo Ribeiro da Costa. 

Por Gerlando Klinger (SEJUDH)