Detran promove ação educativa sobre limites de velocidade em Castanhal

10/05/2021 15h56 - Atualizada em 10/05/2021 16h10

O Departamento de Trânsito do Estado (Detran) está reforçando a fiscalização de trânsito com a instalação de controladores de velocidade. Os equipamentos estão sendo colocados nas principais rodovias estaduais, em pontos com grande circulação de pessoas ou registro de acidentes. Para orientar os condutores sobre a presença dos equipamentos, a equipe de educação do órgão realiza ações preventivas nos municípios. Na semana passada, as paradas educativas orientaram mais de 2 mil motoristas em Castanhal. 

Com o terceiro maior fluxo de veículos da Região Metropolitana de Belém, Castanhal localiza-se entre as principais rotas de acesso a diversos municípios do nordeste paraense. São mais de 85 mil veículos trafegando diariamente nas ruas da cidade, o que aumenta os riscos de acidentes.

Para organizar o trânsito e promover maior segurança viária, o Detran instalou os controladores de velocidade na PA 136-B, que liga Castanhal a Inhangapi; PA 136-A no sentido de Curuçá, e na PA 320, que dá acesso ao município de São Francisco do Pará. A ação educativa tem o objetivo de conscientizar os condutores e passageiros sobre os sistemas de sinalização eletrônica que estão sendo implantados, assim como os limites de velocidade da via.

“Aproveitamos também para conscientizar pedestres e condutores sobre a prevenção de acidentes, alertando sobre os fatores de risco, especialmente este mês, que celebramos, em todo o Brasil, o Maio Amarelo. O movimento chama a atenção da sociedade para a preservação da via no trânsito”, explica a coordenadora da equipe, Celina Koury. Cerca de 400 pessoas foram abordadas por dia. Além das orientações, elas receberam material educativo sobre comportamento seguro no trânsito e um mapa de localização dos equipamentos de velocidade que estão sendo implantados no estado.

As blitz educativas estão sendo realizadas desde o mês de abril e já percorreram as rodovias Alça Viária, em Marituba, e Augusto Meira Filho, em Mosqueiro.

Por Leidemar Oliveira (DETRAN)