Higienização das Mãos reduz a incidência de doenças em espaços esportivos e culturais

Equipamentos de visitação pública vinculados ao Governo do Estado redobram os cuidados para minimizar o contágio da Covid-19 e outras enfermidades

05/05/2021 16h19 - Atualizada em 05/05/2021 16h47

Visitante higieniza aos mãos com álcool gel 70% no Espaço São José Liberto, do Governo do Pará, no bairro do Jurunas, em Belém O Dia Mundial da Higienização de Mãos é celebrado neste 5 de maio para conscientizar a importância da medida para evitar a proliferação de doenças. Muito voltada à segurança de pacientes, a campanha da Organização Mundial de Saúde (OMS) migrou do ambiente hospitalar, em função da pandemia, para ser praticada em ambientes domésticos, públicos, fechados ou abertos. Espaços de visitação vinculados ao Governo do Estado redobram os cuidados para minimizar o contágio de Covid-19 e outras doenças.

O decreto governamental 800/2020 estabelece as medidas sanitárias adotadas conforme o bandeiramento. No último 23 de abril, houve novas flexibilizações com a mudança da bandeira vermelha para laranja nas regiões Metropolitana de Belém; Marajó Oriental; Baixo Tocantins e Nordeste.

O Parque Estadual do Utinga é uma unidade de conservação muito procurada para a prática de atividades esportivas e ao ar livre. “Continuamos adotando as medidas que não são restritivas e sim ampliadas no sentido do bem conviver. Os cuidados com o asseio, lavagem de mãos de uma forma constante, uso de álcool em gel, controle da temperatura e do distanciamento são necessários para o bem familiar”, salientou o gerente Ivan Santos do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-Bio).

No Parque Estadual do Utinga, com gestão do Ideflor-Bio, os cuidados de limpeza são redobrados nos veículos utilizados pelos visitantesNo quiosque de bicicletas a higienização de mãos é reforçada devido à manipulação de cédulas, moedas e cartões de crédito. As manetes, selins e peças com contato manual dos veículos também passam por desinfecção antes e após o uso pelos clientes. “Nesse período de pandemia, temos também a mudança de clima e ficamos livres não apenas da Covid-19 como também outros problemas de saúde, como alergia. Se não tiver higienização aumenta o risco”, disse o vigilante Maurício Gomes.

O Parque do Utinga, assim como a Estação das Docas e o Parque Zoobotânico Mangal das Garças, ambos gerenciados pela Organização Social Pará 2000, receberam atenção especial nos cuidados na reabertura pós-lockdown.

“Preocupada com a saúde de seus frequentadores, além de uma forte campanha de prevenção e conscientização nas redes sociais e da redução do limite de visitantes dos equipamentos, a OS instalou totens de álcool em gel, com ampla comunicação visual no tocante às instruções de combate ao novo coronavírus”, pontuou o diretor Operacional Edgar Marques.

No Mangal das Garças, foram disponibilizadas pias em pontos estratégicos do Parque, possibilitando uma higienização ainda mais eficaz. A turista Patrícia de Nazaré da Silva veio de Manaus e ficou feliz com os cuidados. “Gostei muito e meus filhos também. É uma forma de nos prevenirmos contra a Covid-19. Senti uma boa estrutura, segurança”, avaliou. 

O Espaço São José Liberto (ESJL) é um espaço de economia criativa, turismo, cultura e design. “Temos os conceitos de cuidado, afetividade e socialização no nosso protocolo, seguindo o decreto estadual, que estabelece o comportamento institucional e dos visitantes na movimentação turística e comercial. Desde a abordagem nas recepções, com a medição de temperatura, higienização de mãos e orientações sobre o percurso, horário e limite de público”, explica a diretora Executiva Rosa Helena Neves. 

SERVIÇO

Parque Estadual do Utinga Camillo Vianna - Avenida João Paulo II, S/N - Curió Utinga – Horário de Funcionamento: quarta à segunda-feira, das 6h às 17h.

Estação das Docas - Avenida Boulevard Castilhos França, s/n, Campina – Aberto todos os dias com redução de 50% da capacidade. Horário de Funcionamento:10h às 22h – Mix de lojas e 10h à 0h – orla, restaurantes, lanchonetes e sorveterias.

Espaço São José Liberto - Praça Amazonas, s/n – Jurunas – Horário de Funcionamento: Terça a sábado – 10h às 18h e domingos e feriados - 10h às 14h.

Parque Zoobotânico Mangal das Garças - Rua Carneiro da Rocha, s/n - Cidade Velha. Horário de Funcionamento: Terça a Domingo, das 8h às 18h.

Por Dayane Baía (SECOM)