Vacina contra a gripe vai até 10 de maio para crianças, grávidas, puérperas e pessoal da saúde

Primeira fase da vacinação se iniciou em 12 de abril para reduzir as complicações que causam internação e mortalidade por três vírus da chamada influenza

03/05/2021 16h00

Prossegue até 10 de maio a primeira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, tendo como grupos prioritários as crianças de seis meses a menores de seis anos, as mulheres puérperas, as gestantes e os trabalhadores de saúde.

O Pará iniciou a campanha no dia 12 de abril, com a meta de vacinar, primeiramente, 207.507 crianças de seis meses a um ano de idade. Porém, gradativamente, foram sendo abrangidos os demais grupos prioritários da primeira fase.

As metas atuais são vacinar também 430.360 crianças de 2 a 4 anos, 146.178 crianças de 5 anos, 17.055 puérperas, 103.754 grávidas e por enquanto 125.853 trabalhadores de saúde, que correspondem a 80% da meta total.

A finalidade da campanha é reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções causadas por três tipos do vírus Influenza na população alvo da campanha, ou seja, Influenza A/H1N1, Influenza A/H3N2 e Influenza B.

Segundo o diretor de Epidemiologia, Bruno Pinheiro, a Sespa já enviou as doses de vacinas dos grupos prioritários da 1ª fase para todos os municípios paraenses, faltando apenas os 20% das doses dos trabalhadores de saúde. “As vacinas estão disponíveis nas salas de vacinação das Unidades de Saúde dos 144 municípios paraenses. É importante levar a caderneta de vacinação”, ressaltou.

Ele lembrou que é fundamental que as famílias levem as crianças para tomar a vacina porque o Pará não tem alcançado a cobertura vacinal mínima nesse grupo prioritário nos anos anteriores. “As crianças que não são vacinadas correm o risco de adoecer e ter complicações como as pneumonias, desenvolverem quadros de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), e ainda descompensarem quadros de doenças pré-existentes, podendo levar à morte”, alertou.

BUSCA

Para alcançar as metas da Campanha de Vacinação, a Sespa orienta os municípios a adotarem estratégias diferenciadas para buscar a população alvo da campanha e o Pará alcançar a cobertura vacinal de pelo menos 90% da meta.

Para o secretário de Estado de Saúde Pública, Rômulo Rodovalho, o Programa Nacional de Imunização (PNI) é um dos mais importantes do Sistema Único de Saúde (SUS). “A vacina é uma das principais medidas de prevenção contra muitas doenças graves como poliomielite, sarampo, meningite e a gripe. Então é muito importante fortalecermos a parceria entre o governo do Estado, municípios e a população para juntos alcançarmos a cobertura vacinal ideal nesta campanha”, ressaltou.

GRIPE

A gripe é uma infecção viral comum que pode ser fatal, especialmente em grupos de alto risco. A doença afeta os pulmões, o nariz e a garganta. Crianças pequenas correm alto risco. Os sintomas incluem febre, calafrios, dores musculares, tosse, congestão, coriza, dores de cabeça e fadiga.

SERVIÇO:

A vacina está disponível nas Unidades de Saúde de acordo com horário local.

Por Roberta Vilanova (SESPA)