Ioepa entrega livro sobre os 30 anos do Programa Balanço do Rock

A Editora Pública Dalcídio Jurandir, da Imprensa Oficial, prepara a publicação de mais 64 títulos de escritores paraenses

22/04/2021 20h53 - Atualizada em 23/04/2021 09h28

Perto de completar dois anos de funcionamento como parte de uma política de fomento à literatura paraense, a Editora Pública Dalcídio Jurandir, vinculada à Imprensa Oficial do Estado (Ioepa), celebra o Dia Mundial do Livro, nesta sexta-feira (23), com a entrega da obra sobre os 30 anos do Programa Balanço do Rock. A ação é parte das comemorações pelos 131 anos da autarquia.

Com mais de 130 páginas, o livro conta a história dos melhores momentos do programa da Rádio Cultura, voltado principalmente aos amantes do rock. A entrega será às 10 h, na sede da Fundação Paraense de Radiodifusão (Funtelpa), com a presença do presidente da Ioepa, Jorge Panzera, e do coordenador da editora, Moisés Alves.Livros publicados pela Editora Dalcídio Jurandir foram lançados nas principais feiras do livro em Belém, Santarém e Marabá (foto de evento antes da pandemia)

Segundo Jorge Panzera, o Dia Mundial do Livro é o momento de homenagear dois grandes escritores que faleceram nesta data: o inglês Wiliam Shakespeare e o espanhol Miguel de Cervantes. "Nós, da Ioepa, dedicamos grande parte do trabalho a produzir livros, incentivando novos autores e valorizando autores de muita tradição em nosso Estado. Afinal, o livro tem um papel importante da vida da humanidade", ressaltou.

Parceria com a Uepa - Jorge Panzera disse ainda que, além do livro sobre os 30 anos do “Balanço do Rock”, a editora trabalha para publicar 64 títulos de escritores paraenses. "O próximo passo será a entrega de seis títulos, em parceria com a Universidade do Estado do Pará (uepa). Primeiro serão entregues as versões para e-book, por meio de uma plataforma da Uepa, e depois os livros impressos", informou.A editora pública já entregou 36,8 mil exemplares de 33 livros

Segundo Moisés Alves, a meta é entregar 32 mil exemplares até o final do ano, um número considerado relevante em um período de pandemia, que vem limitando parte das ações institucionais. "Mas ainda assim vamos tentar cumprir a nossa meta e realizar as entregas", assegurou.

Na agenda da Editora Pública estão em processo de produção livros nas quatros linhas editoriais estabelecidas na política pública literária do governo do Estado em agosto de 2019: pesquisa científica, parcerias institucionais, comercial e de editais públicos.

Até 2020 foram entregues 36,8 mil exemplares de 33 livros publicados em várias ações de fomento e incentivo à literatura paraense, com lançamentos e vendas nas principais feiras do livro em Belém, Santarém e Marabá, e em ações realizadas nas principais universidades públicas do Pará. (Texto: Julie Rocha - Ascom/Ioepa).

Por Governo do Pará (SECOM)