Seel inicia planejamento para o projeto de canoagem na UsiPaz de Marituba

Entre as modalidades esportivas, dentro do TerPaz, a canoagem e o stand up padlle (remo em pé) serão um piloto no município que conta com o rio Uriboca

16/04/2021 13h16 - Atualizada em 16/04/2021 16h48

Equipes da Seel, Bombeiros e da Câmara Técnica do TerPaz em reunião sobre a modalidade de canoagem na UsiPaz de MaritubaA Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) alinha o planejamento das ações que serão desenvolvidas na Usina da Paz (UsiPaz), em Marituba, Região Metropolitana de Belém (RMB). Representantes da Seel, juntamente com integrantes da Câmara Técnica Intersetorial do programa estadual Territórios pela Paz (TerPaz) e Corpo de Bombeiros estiveram reunidos na manhã, desta sexta-feira (16), na sede do órgão para definir detalhes da execução do projeto Remadas no Uriboca. 

O objetivo da reunião foi para apresentar, inicialmente, o funcionamento dos serviços que serão prestados na usina para a comunidade. O município de Marituba, pela localidade e proximidade com o rio Uriboca, será o único a receber o projeto, que envolve aulas de canoagem de velocidade e stand up padlle (remo em pé ou surfe com remo), esporte que se torna cada dia mais popular em todo mundo, e, na proposta da UsiPaz poderá ser praticado a partir de 11 anos de idade. 

“Foi uma reunião de união. Para ajustar e executar da melhor forma o projeto proposto que será único e diferente das outras atividades. Nós não vamos parar para atender a população e diminuir, principalmente, as desigualdades sociais”, afirma Arlindo Silva, titular da Seel. 

Outro destaque da reunião foi a capacitação para os professores que irão trabalhar na usina, a ser promovida pela coordenação da Canoagem Pará – Rios de Talentos, projeto criado pela Seel, Corpo de Bombeiros Militar do Pará (CBMPA) e Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa).

“É uma novidade muito grande, entre as modalidades esportivas, dentro do programa TerPaz, a questão da canoagem e do stand up padlle será um piloto muito bom para outras experiências. Com muitas dimensões educativas, o próprio salvamento, natação e a questão de valores, são importantes para contribuir na formação das pessoas. Estou muito feliz por esses esforços da secretaria”, contou Julio Alejandro Quezada Jélves, diretor do Núcleo de Relações Intersetoriais da Seac.

Para o representante do Corpo de Bombeiros, Ten. Cel. José Farias, a parceria vai somar muito no desenvolvimento da iniciativa. “Vamos contribuir com excelência nessa atividade, temos como ajudar nos materiais, nos recursos humanos, para poder executar. Ajustando esses detalhes é perfeitamente exequível. Agora é ir para a prática, verificar o local e conferir a segurança de todos os envolvidos”, ressalta o representante do CBMPA. 

SOBRE AS USINAS DA PAZ

Coordenado pela Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac), o projeto consiste na construção de 10 Usinas da Paz no território paraense. Serão sete nos bairros atendidos pelo TerPaz, na Região Metropolitana de Belém, e em mais três em municípios da região sudeste do Pará: Parauapebas, Canaã dos Carajás e Marabá.

As obras são executadas em parceria com as empresas Vale e Hydro, que estão arcando integralmente com os custos. O governo não receberá nenhum recurso econômico, mas receberá as Usinas prontas e equipadas.

As UsiPaz terão complexos esportivos, salas de audiovisual, espaços de inclusão digital e vários serviços, como atendimento médico e odontológico, consultoria jurídica, emissão de documentos, ações de segurança, atividades profissionalizantes, espaço multiuso para feiras, eventos e encontros da comunidade. Também haverá espaços para cursos livres e de dança, artes marciais, musicalização e biblioteca.

A previsão é de que já sejam entregues quatro UsiPaz, este ano, nos territórios da Cabanagem, em Belém, no Icuí-Guajará, em Ananindeua, Nova União, em Marituba e em Parauapebas.

Por Bianca Rodrigues (SEEL)