Governo anuncia ações emergenciais de segurança em Igarapé-Miri

14/03/2017 00h00
Por Redação - Agência PA (SECOM)

O chefe da Casa Civil, José Megale, anunciou ações emergenciais na área de segurança pública para Igarapé-Miri, no nordeste do Pará. As medidas atendem a solicitações de moradores do município, que estiveram nesta terça-feira (14) na Assembleia Legislativa para reforçar demandas já apresentadas ao Estado.

Segundo Megale, a Ronda Tática Metropolitana (Rotam), que esteve no último fim de semana na cidade, volta na próxima segunda (20). Além disso, a companhia de policiamento será transferida para o centro, para intimidar a ação de meliantes. Também será ampliado o efetivo da Polícia Militar, com mais doze homens, no fim deste mês. “São ações imediatas que o governo já está tomando”, explicou o líder do governo na Assembleia, deputado Eliel Faustino, para a comissão de vereadores e o movimento popular.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Márcio Miranda, disse que serão enviados documentos ao Ministério Público, para seja designado um promotor de justiça ao município, e ao Judiciário, para que seja respondido o pleito da comissão. Também será feita a sugestão da criação de uma Unidade de Atendimento Integrado Pro Paz. Segundo ele, os deputados vão trabalhar juntos para que as respostas cheguem à população.

“Vamos dar encaminhamento a tudo que está no documento, com as devidas cobranças. Posteriormente, vamos cobrar os resultados. Há também o pedido de uma lancha para a região. A proposta é fazer uma emenda coletiva, que os deputados assinarão, para dar celeridade na solicitação”, explicou Márcio Miranda.