Maior maternidade do Norte do país destaca a importância dos médicos e enfermeiros obstetras

Dia 12 de abril é comemorado o dia desses profissionais que na Santa Casa realizam cerca de 700 partos por mês

12/04/2021 17h35

Obstetra é uma palavra que vem do latim obstetrix, do verbo obstare, que significa "ficar ao lado de". Por isso, os médicos e enfermeiros obstetras são literalmente pessoas que ficam do lado, que  aconselham e acompanham a saúde da mulher antes da gravidez, durante a gestação e o parto, assim como no pós-parto. Em 2020, a Santa Casa do Pará realizou 8.620 partos com o auxílio desses profissionais.

O médico obstetra José Fonseca, falou dos desafios diários da obstetrícia e destacou que o diferencial da Santa Casa é atender gestantes de alto risco de todo Estado. “Os desafios são diários, a gente sempre busca fazer o melhor, assistir a paciente e o bebê evitando complicações e garantindo saúde e segurança. A obstetrícia é uma missão pela qual promovemos a vida, e na Santa Casa a experiência é diferenciada, pois atendemos gestantes que vêm de todas as regiões do Estado, com situações diversas”.

Jhonatan é o primeiro filho de Jenniffer Cristina dos Santos Cardoso, 21 anos, moradora do bairro do  Aurá, em Ananindeua. Ele nasceu de parto cesariano no início da tarde desta segunda-feira, 12 de abril, pesando 3,205 Kg.  Jenniffer contou que estava fazendo o pré-natal no posto de saúde do bairro, mas na última madrugada passou mal e foi para o Hospital Anita Gerosa, e ao chegar lá foi encaminhada para a Santa Casa. “Fui muito bem acolhida por todos assim que cheguei na Santa Casa. Não demorou quase nada para me atenderem e me senti confortável e segura com o acolhimento recebido. Considero excelente o atendimento daqui”.

Para a médica obstetra Thaíse Bezerra, a obstetrícia é tanto a dedicação integral do profissional quanto a entrega da paciente. “Posso dizer que a obstetrícia é uma área que a gente vê de tudo. A Santa Casa é uma escola da vida. E aqui temos suporte de verdade”, exclama a médica. 

A coordenadora do Pré-Parto, Parto e Pós-Parto (PPP) da Santa Casa, Luzia Santana,  falou da importância da enfermagem obstétrica no atendimento às gestantes, e disse que tem satisfação em ver o resultado do trabalho conjunto da equipe multiprofissional na assistência às gestantes. “A enfermagem obstétrica tem um importante papel no processo de gestação, no parto e nascimento porque tem oportunidade de colocar em prática todo o conhecimento e todas as evidências científicas em prol do bem-estar da mãe e do bebê. Cada nascimento é uma experiência nova para mãe, mesmo que ela já tenha tido dez filhos, e pra gente também. A gente tem um orgulho muito grande de poder trabalhar, na melhor maternidade do Estado, acolhemos mulheres de vários municípios atendendo às suas necessidades, olhando cada uma como um ser único”.

Por Helder Ribeiro (SANTA CASA)