Construção de novo terminal hidroviário vai levar acessibilidade e turismo ao distrito de Icoaraci

08/04/2021 17h50 - Atualizada em 08/04/2021 20h29

Novo terminal hidroviário vai trazer mais conforto e segurança para turistas e usuários em IcoaraciOs avanços sociais, oportunizados pela construção do Terminal Hidroviário Turístico de Icoaraci, em Belém, foram um dos principais assuntos abordados durante reunião nesta quinta-feira (8) entre o presidente da Companhia de Portos do Pará (CPH), Abraão Benassuly e a Agente distrital de Icoaraci, Elaine Silva. O presidente da Imprensa Oficial do Estado do Pará (Ioepa), Jorge Panzera, também acompanhou o encontro.

“O Terminal Hidroviário de Icoaraci vai potencializar o turismo na região, principalmente para receber os turistas que chegam em cruzeiros, mas também vai proporcionar mais conforto e segurança a todos os usuários. Teremos um equipamento moderno com rampa metálica e flutuante para embarque e desembarque de passageiros”, destacou Abraão Benassuly, presidente da CPH.Jorge Panzera, Abraão Benassuly e agente distrital de Icoaraci, Elaine Silva

Para a agente distrital de Icoaraci, o novo terminal vai trazer mais acessibilidade a turistas e moradores do distrito.  "O que existe hoje é precário, mas vamos trabalhar nessa perspectiva também. Eu vejo o terminal como um atrativo turístico, com condições estruturais e físicas. Além de poder gerar emprego e renda para a população de Icoaraci. No que tange a agência distrital, nós estamos muito animados com essa parceria e estamos fazendo todo o esforço possível para que se dê início, o mais rápido possível, as obras.  Será mais uma melhoria, mais um direito para a população de Icoaraci", disse Elaine Silva.

Ainda sobre turismo, a representante municipal ressaltou que a  "Geração de emprego e turismo serão beneficiados. Icoaraci faz parte da rota dos transatlânticos, mas a gente sempre teve muito problema sem ter uma infraestrutura adequada para receber os turistas. Acreditamos que podemos ter novas parcerias no turismo e em outras ações", disse.

Previsto para iniciar até o final do ano, o projeto tem recursos garantidos estimados em R$ 8 milhões, dos quais metade serão aporte do tesouro estadual e o restante oriundo de emenda parlamentar do deputado federal, José Priante (MDB).

Segundo o presidente da Companhia, o terminal contará com cadeiras confortáveis, banheiros, guichês para vendas de passagens, lanchonete, salas para órgãos do governo, guarda-volumes, TV e bebedouro. Já a obra naval contemplará a instalação de rampa metálica biarticulada coberta e flutuante coberto, para embarque e desembarque de passageiros.

A obra será possível por meio de parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Belém, que cederá o terreno de cerca de seis mil metros quadrados para a construção do equipamento.

Por Ronan Frias (COHAB)