Por videoconferência, encontro de gestores da Emater discute gestão pública e planejamento

Durante três dias, o evento debateu e alinhou ações no âmbito da assistência técnica e extensão rural

31/03/2021 13h25 - Atualizada em 31/03/2021 15h22

Presidente da Emater, Cleide Amorim: "A gestão é participativa".A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) realizou encontro por videoconferência, durante três dias, entre gestores, para discutir e alinhar a eficiência da gestão pública no que diz respeito às atividades de assistência técnica, em todos os 144 municípios paraenses. O evento começou na segunda-feira (29), e se encerrou nesta quarta-feira (31). 

Diretores, coordenadores, assessores, supervisores regionais e chefes locais debateram uma série de temáticas como planejamento estratégico, gestão em empresas públicas, custos operacionais, crédito rural e avaliação e apresentação dos projetos programados para o ano de 2021. 

“Anualmente, a Diretoria Executiva (Direx) realiza encontros com os gestores regionais para conhecer e direcionar suas ações, além das peculiaridades dos municípios e projetos, para, com isso, aplicar novos métodos de trabalho e construir um diálogo efetivo de ações, a partir das sugestões e ideias explanadas durante o encontro. Isso mostra uma gestão compartilhada e participativa”, explicou a presidente da Emater, Cleide Amorim.

EFICIÊNCIA NO SETOR PÚBLICO

Eficiência operacional, flexibilidade de trabalho e gestão participativa foram alguns dos pontos mais discutidos durante o encontro de gestores. 

“O diálogo e as exposições durante o encontro mostram a grandiosidade e a importância do trabalho, que mesmo com a pandemia não parou. O regional Marajó, por exemplo, se manteve atuante e envolvido na execução direta de políticas públicas que promovem o desenvolvimento rural na região”, pontuou o sociólogo e supervisor regional do Marajó, Alcir Borges.

A coordenadora da Coordenadoria de Desenvolvimento de Recursos Humanos (Codes) da Emater, Alessandra Silva, coordenou o encontro. “No geral, nos moldes em que foi apresentado este ano, o encontro foi uma socialização de informações e atividades que estão ocorrendo nas unidades da Emater. Percebemos a similaridade de frentes de trabalho, então foi importante para conhecer, discutir e alinhar ajustes necessários para o seguimento das ações”, avaliou.Coordenadora, Alessandra Silva: "encontro socializou informações"

Alessandra Silva disse ainda que, “estamos identificando as necessidades de cada regional, para programar um ciclo de capacitação, com palestras e seminários, tudo por videoconferência, a fim de ampliar o apoio das propostas de trabalho de cada regional”, finaliza. 

INOVAÇÃO

As reuniões virtuais estão dentro da proposta do projeto ‘Ater Digital’, em implantação pela Emater em todo o território paraense e que possibilitará o acesso dos técnicos a sistemas inovadores, aplicativos e ferramentas de Educação a Distância (EAD), além de implantação de encontros virtuais semanalmente, para avaliar e discutir ações, projetos e prestação de serviços.

A expectativa é de que atéo ano de 2022 sejam realizadas 10 capacitações para técnicos e agricultores, já dentro da proposta do ‘Ater Digital’. 

“Em um tempo em que o virtual muitas vezes se faz necessário, precisamos dar condições para nossos escritórios entrarem na nova era digital, mas sem substituir totalmente o presencial, o dia a dia ao lado do agricultor, e sim facilitar que ele seja cada vez mais atendido no campo pelos técnicos da empresa”, finaliza a presidente Cleide Amorim.

Por Rodrigo Reis (EMATER)