Governo vai abrir 200 novos leitos para Covid-19 em todo o Pará

A medida faz parte do plano estratégico para conter a doença em todo o território paraense

28/03/2021 16h50 - Atualizada em 29/03/2021 17h12

O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa), vai abrir, ao longo desta semana, mais 200 leitos, entre clínicos e de UTI, exclusivos para o atendimento da Covid-19. A medida faz parte do plano estratégico para conter a doença em todo o território paraense.

“Estamos atentos ao cenário da pandemia no Estado, por isso a equipe técnica da Sespa monitora nossos 144 municípios para saber quais regiões estão precisando de mais suporte. Ao longo dessa semana, devemos ultrapassar a marca de 2 mil leitos exclusivos para a doença”, afirma o secretário de Estado de Saúde Pública, Rômulo Rodovalho.

Segundo o boletim mais recente divulgado neste domingo (28), o Pará possui atualmente 1.905 leitos exclusivos para a Covid-19, sendo 1.216 clínicos, 667 de UTI, 7 clínicos pediátricos, 3 de UTI neonatal e 12 de UTI pediátrica.

“Nesse momento de contingência, se faz necessário readequar nossa rede hospitalar e priorizar os pacientes de Covid-19, principalmente para conseguir esvaziar as Unidades de Pronto Atendimento (Upas) e prontos-socorros com mais brevidade, para que esses pacientes não agravem”, comenta o secretário Adjunto da Sespa, Sipriano Ferraz.

Na quinta-feira (25), foram abertos 30 leitos clínicos no Hospital Geral de Bragança e 10 leitos de UTI no Hospital Regional Abelardo Santos e, na sexta-feira (26), 21 leitos clínicos no Hospital Regional de Redenção, sul do Pará, e outros 10 leitos de UTI também no Hospital Abelardo Santos.

Neste domingo (28), O Hospital Regional de Castanhal, que recebe pacientes vindos especialmente das 3ª, 4ª e 5ª Regionais de Saúde, vai abrir mais 50 leitos clínicos. No total, a unidade terá 160 leitos, sendo 120 clínicos e 40 de UTI’s. 

“O aumento de oferta de leitos impacta imediatamente de forma positiva na redução de pacientes internados nas UPA's e portas de urgência dos hospitais municipais, possibilitando que se mantenha o atendimento a pacientes nelas, evitando que venham a fechar para atendimentos temporariamente”, afirma Pedro Ribeiro Anaisse, diretor do HRC.

NOVOS LEITOS

Ao longo desta semana, outras unidades vão ter novos leitos exclusivos para Covid. Na segunda-feira (29), serão 12 leitos clínicos no Hospital Regional de Marabá,15 leitos clínicos no Hospital das Clínicas de Bragança e 10 de UTI no Hospital de Campanha do Hangar. Já na terça-feira (30), abrirão 10 leitos clínicos no Hospital Regional de Breves e, na quarta-feira (31), 10 novos leitos de UTI no Hospital Santos Antonio Maria Sacarias, em Bragança.

“Já havíamos feito a ampliação, na semana passada, para a Região do Xingu. Abrimos 10 leitos de UTI no Hospital Regional da Transamazônica, em Altamira, e já estamos em operação com todo o Hospital Regional do Tapajós, com a ampliação também da cobertura em Santarém e em Juruti, para o Baixo Amazonas e para a Calha Norte. São os esforços para garantir a oferta de leitos por todo o Pará”, afirmou o governador Helder Barbalho, durante a coletiva de imprensa no sábado (27), quando atualizou as informações sobre o bandeiramento no Estado.

Por Caroliny Pinho (SESPA)