Projeto da Emater implanta hortas em escolas de Belterra, no oeste paraense

A iniciativa promove educação ambiental, contribui para alimentação mais saudável e permite a realização de pesquisas sobre cultivo de alimentos

24/03/2021 13h48 - Atualizada em 25/03/2021 17h57

Hortaliças como couve, salsa e cebolinha estão entre os cultivos desenvolvidos pela Emater dentro das escolas em Belterra, no ParáUm projeto da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) no município de Belterra, na região oeste estadual, implanta hortas em escolas municipais das zonas urbana e rural e, também, em aldeia indígena. O objetivo é envolver alunos e professores na organização, plantio e cultivo de hortaliças para consumo interno, além de consolidar os espaços como fontes de observação e pesquisa para os envolvidos. 

O projeto “Promoção da Educação Ambiental nas Escolas do Município de Belterra”, que também conta com a parceria de empresas privadas com a doação depneus e estercos para as atividades, começou em 2018. De lá para cá, já foram implantadas 12 hortas em escolas do município, o que representa 100% das instituições municipais de Ensino Fundamental da área urbana. Nas ações, técnicos da Emater capacitam alunos e professores, por meio de cursos de olericultura básica e agroecológica. 

Inicialmente, pela Semed do município, o projeto foi coordenado pela servidora Perpetuo Socorro Sousa. "Notamos que, com o projeto, alunos e professores passaram a fazer uma reflexão diária sobre a importância de se ter espaços ocupados por hortas, nas escolas. Além de ser uma atividade integrativa, proporciona também uma alimentação mais saudável para todos os envolvidos”, garante Fabiano Teixeira Jucá, engenheiro florestal da Emater e coordenador do projeto. Na pandemia, as hortas passaram a ser cuidadas pelo pessoal de apoio das escolas, já que as aulas estão suspensas.

O trabalho considera os contextos socioeconômicos e culturais dos envolvidos e é caracterizado por sistemas alternativos de produção, como a permacultura (sistema de planejamento para a criação de ambientes humanos sustentáveis e produtivos em equilíbrio e harmonia com a natureza), agricultura natural, agricultura orgânica e agricultura biodinâmica.

“A proposta da Emater é proporcionar diversas possibilidades para o desenvolvimento de ações pedagógicas e práticas da agricultura agroecológica explorando a multiplicidade das formas de aprender”, finaliza, Fabiano Jucá, da Emater. 

Durante as ações de implantação de hortas, a Emater conta com o apoio direto das secretarias municipais de Educação e Agricultura da Prefeitura Municipal de Belterra. As secretarias fornecem produtos para as capacitações dos alunos e professores. Também apoiam a iniciativa a Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap); e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). 

Doação

Em 2021, o projeto iniciou parceria com o Hospital Municipal Santo Antônio de Bezerra, que semanalmente recebe parte das hortaliças cultivadas nas escolas para compor a alimentação dos pacientes da Unidade. 

Por Rodrigo Reis (EMATER)