Governo do Pará inclui operadoras e agências de turismo em pacote econômico

23/03/2021 17h14 - Atualizada em 23/03/2021 17h56

O governador do Pará, Helder Barbalho, anunciou em suas redes sociais, nesta terça-feira (23), a inclusão de operadoras turísticas e agências de turismo no rol das atividades contempladas pelo Programa Estadual Incentiva +Pará, o pacote de medidas econômicas do Estado. A inclusão é resultado de um trabalho de articulação da Secretaria de Estado de Turismo (Setur) com a Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa). Ao todo, no Pará são 138 guias de turismo e 429 agências de turismo cadastrados no Ministério do Turismo (MTur). A iniciativa representa um investimento no montante total de até R$ 927 mil.

"Nós vemos as medidas com bons olhos. E agora, sendo estipulada uma parte especificamente para as agências de turismo é muito bom. Era algo necessário, realmente. Digamos que o top 3 dos ramos mais atingidos foram as agências de turismo, porque o 'fique em casa' infelizmente não combina com o ramo viagem", explica o empresário Alex Flávio, da Brazil Amazon Turismo e também vice-presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagem (ABAV), secção Pará.

Para o economista, Rafael Boulhosa, realmente é um esforço dentro daquilo que está no alcance do Governo do Estado. “Pra resolver tudo (danos) da pandemia, de fato, somente um milagre. Mas é aquela história, você não pode é ficar sem fazer nada. Precisa tomar alguma atitude e buscar os meios que podem ser utilizados. E nesse período o setor de serviços se destaca como um dos mais atingidos”, diz ele. “Quando a gente observa principalmente o volume total de recursos injetados, a gente percebe que o objetivo é manter, mesmo que lentamente, a roda da economia girando”, explica Boulhosa, destacando também que conforme for avançando a vacinação, a tendência é o cenário econômico se estabilizar.

O secretário de Estado de Turismo do Pará, André Dias, explica que as medidas econômicas anunciadas pelo Governo do Estado dão alívio financeiro em mais um momento de dificuldades para os empresários do setor. "São oportunidades de crédito, auxílio direto a empresários e trabalhadores além da isenção de impostos. É mais uma clara demonstração do Governo do Estado de robustez e equilíbrio fiscal além de sensibilidade e conexão com o mercado para amenizar o impacto econômico que a Covid-19 e o seu necessário enfrentamento causam no sustento das pessoas que trabalham com turismo", garante o titular da pasta no Pará.

Apoio - Entre algumas das medidas anunciadas pelo Governo do Estado, na semana passada, que também representam um impacto para o setor de turismo estão o auxílio de R$ 2 mil para estabelecimentos comerciais como bares, lanchonetes e restaurantes, além de isenção de IPVA 2021 para os veículos dos bares, restaurantes, lanchonetes, academias, hotéis e empresas de turismo.

Por Israel Pegado (SETUR)