Cosanpa reforça prestação de serviços com aquisição de novas bombas para o Complexo Bolonha

Equipamentos vão garantir melhorias na produção, além de estabilidade no fornecimento de água em Belém e Região Metropolitana

17/03/2021 10h47 - Atualizada em 17/03/2021 11h17

Dois novos conjuntos de bombas chegaram nesta quarta (17) ao Complexo BolonhaNa manhã desta quarta-feira (17), chegou ao Complexo Bolonha dois novos conjuntos de bombas, adquiridos pelo governo do Estado, por meio da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa). Os equipamentos serão instalados na Estação de Água Bruta Bolonha e irão reforçar o sistema de abastecimento da capital, garantindo a continuidade e confiabilidade do serviço prestado.

A aquisição demonstra a preocupação do Estado com a população, sobretudo em um momento de pandemia. Os investimentos refletem diretamente na saúde dos paraenses, proporcionando uma melhora no abastecimento para cerca de milhão de habitantes da RMB, que são atendidos pelo Complexo Bolonha. A unidade abastece, aproximadamente, 65% da população de Belém e Região Metropolitana.

“Hoje chegaram duas novas bombas, vindas de São Paulo, para EAB Bolonha. Nesse momento de crise sanitária, que vivemos a pandemia do novo coronavírus, é uma grande conquista. Essa aquisição foi feita pelo governo do Estado, por meio da Cosanpa, para melhorar o abastecimento de água aqui da Região Metropolitana de Belém. As bombas acabaram de chegar, já vamos entrar em ação na instalação para beneficiar o mais rápido possível a população”, explicou o diretor de operações da Companhia, Diego Batista.

Atualmente, a EAB Bolonha trabalha com seis bombas de captação de água, sendo quatro bombas compradas pela atual gestão, duas adquiridas ano passado e mais duas agora, assim melhorando estabilidade do funcionamento do sistema. As bombas que chegaram nesta quarta (17) já passaram por testes de funcionamento na semana passada, em São Paulo.

O Complexo Bolonha é responsável pelo fornecimento de água dos bairros: Batista Campos, Jurunas, Guamá, Cremação, Condor, Marco, Souza, Curió-Utinga, São Brás, Fátima, Canudos, Pedreira, Terra Firme, Telégrafo, Sacramenta, Barreiro, Marambaia e Val de Cans, em Belém, e ainda partes dos bairros Coqueiro, Atalaia e Guanabara, e dos Conjuntos Cidade Nova e Guajará, em Ananindeua.

Obras Complexo Bolonha

Além das aquisições, a Cosanpa está executando a segunda fase das obras de recuperação e modernização completa da Estação de Tratamento de Água (ETA) do Complexo Bolonha. Atualmente, mais de 50% dos trabalhos já foram concluídos. A primeira fase dos serviços foi entregue em março de 2020 e a segunda fase está prevista para o final de 2021.

A obra conta com a recuperação estrutural do canal de descarga de lavagens da Estação de Tratamento de Água, recuperação arquitetônica, revisão das áreas hidromecânica e elétrica, renovação e recuperação das bombas, recuperação da urbanização da área externa da ETA; implantação da base de concreto para os novos transformadores de energia, assim como melhorias que envolvem a segurança em torno dos decantadores, e modernização e ampliação da Subsestação Elétrica. Os serviços incluem ainda a implantação de uma Unidade de Tratamento de Resíduos na ETA e a ampliação da Estação Elevatória de Água Tratada.

Por Bianca Buenaño (COSANPA)