Policiais penais preparam internos para a redação do Enem PPL 2020

No Pará, mais de 1.400 custodiados do sistema penitenciário se inscreveram para fazer o exame

24/02/2021 18h34 - Atualizada em 24/02/2021 20h12
Por Vanessa Van Rooijen (SEAP)

"A falta de empatia nas relações sociais no Brasil" foi o tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade (Enem PPL 2020), aplicado na terça-feira (23) e na quarta (24). Custodiados do sistema penitenciário do Pará foram preparados para o Enem pelo corpo técnico de educação, formado por policiais penais que ajudam com revisões e leituras de apoio.

Ao todo, 1.441 internos se inscrevam para fazer exame. Na Central de Triagem Metropolitana III (CTMIII), localizada no Complexo Penitenciário de Santa Izabel, na Região Metropolitana de Belém, o trabalho da Diretoria de Reinserção Social da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), agentes e policiais penais, de forma voluntária, ofereceram revisão voltada para a redação do Enem.Os internos fizeram as provas do Enem PPL 2020 na terça e quarta-feira

Durante as aulas, os servidores ensinaram os princípios básicos da redação, como introdução, desenvolvimento e conclusão. Quatro agentes e policiais penais do CTM III participaram da revisão. A policial penal Verônica da Mata, formada em História e Pedagogia, definiu como uma experiência única. "Eu sempre quis dar aula na unidade, mas somente nesse momento tive a oportunidade. Espero ter contribuído com o conhecimento dos alunos, para que eles tenham realizado uma boa prova. Quero parabenizar a Seap por trazer mais educação à unidade", disse Verônica da Mata.

Entusiasmo - O policial penal Ailson Martins, formado em História e pós-graduado em Ensino Religioso, ressaltou o interesse dos internos em aprender. "Foi bastante gratificante ver os alunos de forma dinâmica e participativa. Eles sugaram o conteúdo o máximo possível. Eu ajudei nos princípios básicos de redação, e vi que os alunos estavam entusiasmados e felizes por participar. Agradeço pela oportunidade de ter somado ao aprendizado dos internos", explicou.

Durante todo o período de preparação ao Enem, a Seap ofereceu materiais didáticos do Programa EnemPará a todas as unidades. A iniciativa é do Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), para ajudar alunos da rede pública.

Em decorrência do apoio do sistema penitenciário à educação e capacitação de pessoas privadas de liberdade, em 2019 dois internos do Centro de Recuperação Mariano Antunes (Crama), em Marabá, na região Sudeste, alcançaram as maiores notas do Brasil no Enem PPL. Para o Enem PPL 2020 também são esperados mais internos com boas notas na redação, e dessa forma se tornem exemplos no ambiente carcerário.