Escola de Governança ministra palestra para educadores em Santa Isabel

24/02/2021 17h49 - Atualizada em 24/02/2021 18h28
Por Isabela Quirino (EGPA)

A interiorização das capacitações e formações continuadas voltadas para os servidores públicos é um dos objetivos de trabalho da Escola de Governança Pública do Estado do Pará (EGPA). Com este intuito, a EGPA ministrou, nesta quarta-feira (24), uma palestra no município de Santa Isabel do Pará, para gestores da Secretaria Municipal de Educação. 

Com o tema "o ensino híbrido e a reinvenção da rotina escolar", a palestra foi ministrada pelo coordenador de Ensino a Distância da EGPA, Reynan Abreu. O ensino híbrido é uma metodologia de ensino que busca aliar os métodos presencial e online para proporcionar mais autonomia aos estudantes. 

"A metodologia de ensino híbrido é muito importante no cenário pandêmico, mas também na reformulação da BNCC e, principalmente, na construção das ações do Enem, área em que a EGPA tem trabalho nos últimos dois anos com formação continuada, através do projeto FORPEM", explica o professor. 

Para a Secretária de Educação do município, o Governo do Pará, por meio da EGPA, é uma referência desta reinvenção, tão necessária no período de pandemia. "Colocamos como meta e prioridade a formação continuada da equipe e vimos a EGPA como a principal fonte para buscar isso, o palestrante de hoje, por exemplo, é excelente e vemos nossos coordenadores envolvidos em algo novo", disse. 

Cursos remotos e interiorização - Os cursos rápidos da Escola de Governança passaram por uma reestruturação e, desde o ano passado, são ofertados prioritariamente de maneira remota ou por EaD. Dentre os cursos da área de educação, a EGPA destaca a Formação de Professores do Ensino Médio (FORPEM), que em 2020 formou mais de cinco mil profissionais da rede estadual de ensino. 

"Vemos uma necessidade muito grande de capacitação e querermos suprir todo segmento público, estadual e municipal. Estamos mais estruturados para isso e investindo mais em cursos remotos, que colaboram para este acesso em todo o estado”, afirma a Diretora Geral da Escola de Governança, Evanilza Marinho.