Seduc orienta profissionais da educação para segunda etapa do Censo Escolar

A coleta de dados das unidades educacionais, coordenada pelo Inep, prossegue até 7 de abril

23/02/2021 19h30 - Atualizada em 24/02/2021 08h14
Por Carol Menezes (SECOM)

O Censo Escolar chega à segunda etapa, com a coleta de dados iniciada em 22 de fevereiro e prazo de encerramento para 7 de abril. O levantamento, coordenado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), e realizado em regime de colaboração entre as secretarias estaduais e municipais de Educação, depende principalmente das respostas de cada unidade escolar e das ações de formação e esclarecimento que a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) realiza com os gestores.O fornecimento dos dados corretos é fundamental para o êxito do Censo Escolar

Nessa nova fase, as escolas devem declarar as informações Rendimento (aprovado/reprovado) e Movimento (transferido/falecido/deixou de frequentar) dos alunos informados na primeira etapa do Censo 2020, referente à matrícula inicial.

Evandro Paiva Feio, coordenador estadual do Censo Escolar, destacou a importância dos dados fornecidos ao MEC"É com base nas informações declaradas que o Ministério da Educação (MEC) repassa às unidades federativas os recursos financeiros para subsidiar as ações e políticas educacionais, desde pagamento de professores, merenda e transporte escolar para os alunos que necessitam utilizá-lo, e outros. É com base nessas informações que são produzidos os indicadores educacionais sobre a qualidade educacional dos sistemas de ensino", explica Evandro Paiva Feio, coordenador estadual do Censo Escolar.A Seduc está promovendo formações on-line, entre fevereiro e março, para aprimorar a qualidade das informações

Realidade - Para orientar os técnicos e gestores quanto ao correto preenchimento da declaração do Censo, a coordenação estadual da pesquisa está promovendo formações on-line, entre fevereiro e março. O objetivo é aprimorar a qualidade dos dados declarados, a fim de expressar de forma fidedigna a realidade educacional do Pará.

As escolas que deixarem de declarar os dados da segunda etapa não terão indicadores educacionais, como o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgados pelo Inep. 

O Censo Escolar é o principal instrumento de coleta de informações da educação básica e a mais importante pesquisa estatística educacional brasileira, abrangendo as diferentes etapas e modalidades da educação básica e profissional.

Considerado uma ferramenta fundamental para que todos os envolvidos possam compreender a situação educacional do País, das unidades federativas, dos municípios e do Distrito Federal, bem como das escolas e, com isso acompanhar a efetividade das políticas públicas.