Mudas produzidas com o apoio da Emater são distribuídas aos agricultores de Inhangapi

12/02/2021 12h55 - Atualizada em 12/02/2021 13h05
Por Etiene Andrade (EMATER)

As 60 mil mudas de açaí, que foram cultivadas no Horto Municipal de Inhangapi, com a assessoria de técnicos do escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), já estão sendo distribuídas para agricultores da região. Ao todo, 108 famílias foram contempladas até agora. A distribuição será feita aos produtores cadastrados pela prefeitura até o fim de fevereiro.

"O trabalho de cultivo é desenvolvido em parceria pela Emater, Prefeitura de Inhangapi, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, sindicato rural e Senar. Em 2020, por conta da pandemia, precisamos reduzir a produção de mudas, então nós estamos distribuindo 60 mil ao todo. Mas, este ano, queremos voltar a nossa média de produção, que é de 100 mil mudas”, afirma o secretário de Agricultura de Inhangapi, Sebastião Oliveira.

A agricultora Marinês Alcoforado foi uma das beneficiadas na distribuição de 2020. Atualmente, ela recebe orientações do escritório local da Emater em Inhangapi para melhorar o desenvolvimento das mudas. “Eu e meu marido recebemos 100 mudas de açaí e outras espécies, como coco e cupuaçu. Enfrentamos algumas dificuldades pra cuidar do cultivo, pois eu e meu marido adoecemos, mas agora estamos com saúde e recebendo orientações da Emater, acreditando que com esse apoio os pés de açaí vão se desenvolver”, conta.

O açaí é a principal fonte de renda do município de Inhangapi. De acordo com o técnico agrícola da Emater, Paulo Bentes, esse apoio na produção da mudas no Horto Municipal consiste na orientação dos técnicos desde o preparo do substrato, passando pelo semeio e os tratos culturais, e ainda a garantia de uma assistência continuada aos agricultores.

“Acompanhamos todas as etapas até as mudas ficarem no ponto de serem distribuídas aos agricultores. Eles têm garantida uma assistência técnica e melhor qualidade para essas mudas. Depois da distribuição, nós vamos até o agricultor e orientamos sobre o plantio, o espaçamento adequado, a adubação de cova e os tratos culturais, para que a plantação produza melhores resultados e melhore a renda do agricultor”, detalha o técnico.