Campeonato Paraense de Futebol começa dia 27 com transmissão da TV Cultura e patrocínio do Banpará

Torneio contará com suporte de R$ 8,327 milhões que serão destinados para organização da competição, clubes e pagamento de premiações

11/02/2021 14h39 - Atualizada em 11/02/2021 17h25

O Campeonato Paraense de Futebol  2021 está oficialmente lançado. A cerimônia de abertura foi realizada nesta quinta-feira (11), no Palácio dos Despachos, Sede do Poder Executivo Estadual, em Belém. O campeonato será transmitido com exclusividade pela Fundação Paraense de Radiodifusão (Funtelpa) e terá como patrocinador principal o Banpará. O Parazão começa no próximo dia 27 e o calendário oficial dos jogos será divulgado dia 20.

A transmissão exclusiva e o patrocínio máster representam um investimento do Governo do Pará da ordem de R$ 8,327 milhões na competição. Os recursos serão destinados para organização da competição, pagamento dos direitos aos clubes participantes, além de custeio das premiações aos quatro primeiros colocados. Pela primeira vez na história, a transmissão dos jogos irá alcançar todos os clubes. Serão 37 jogos televisionados.

Taça do Parazão 2021O presidente da Federação Paraense de Futebol, Adelson Torres, ressaltou que ausência de público nos estádios dificulta a realização do campeonato e impacta diretamente na receita dos clubes. “Um recurso bem-vindo vindo para os clubes fazerem contratações. Sem esses recursos, seria um campeonato dificultoso porque estamos nove meses sem arrecadação e os clubes também. Devemos iniciar o campeonato dia 27 fevereiro com previsão de conclusão em abril”, disse.

“Este é o momento de garantir o planejamento para que o Parazão de 2021 possa acontecer. Trabalharemos com a responsabilidade sanitária necessária para assegurar com que os protocolos sejam preservados e o campeonato possa transcorrer na sua normalidade, priorizando a vida. A TV Cultura estará transmitindo para que toda população de nosso Estado possa atender ao Campeonato Paraense”, informou o governador Helder Barbalho.

Modernização do Mangueirão

O chefe do Poder Executivo do Estado anunciou ainda que nos próximos 15 dias o Governo do Pará vai assinar a Ordem de Serviço para modernização completa do Estádio Mangueirão, em Belém. De acordo com o governador, o Estádio Colosso do Tapajós, em Santarém, também terá as obras retomadas em um prazo de aproximadamente seis meses. As obras do principal Estádio da Região Oeste do Estado estão paralisadas desde 2017.

“Estaremos elevando a capacidade do Estado de 30 para 50 mil torcedores. Faremos a modernização com a aproximação das arquibancadas com o campo, nova estrutura de estacionamento e acessibilidade para o Estádio ficar adequado às normas nacionais e internacionais. Em julho de 2022, vamos entregar o Mangueirão como uma das praças esportivas mais modernas do país”, informou.

“Já sobre o Colosso do Tapajós, estamos concluindo o projeto para garantir que os anéis superiores possam ser conclusos e a previsão é que, até o meio deste ano, possamos iniciar as obras para conclusão deste estádio em Santarém”, completou o governador.

O presidente do Banpará, Braselino Assunção, ressaltou que o banco investe no esporte para atrair clientes e fortalecer o futebol local. “Um campeonato que a torcida já batizou de Banparazão. Então o banco está atrelando sua marca a pujança do futebol paraense. Então isto é uma parceria de grande sucesso. É uma satisfação imensa apoiar o futebol paraense que mexe com todas as torcidas”, comentou.

Formato agrada equipes 

Representantes do Paysandu, que é o atual campeão da primeira divisão do campeonato paraense, e da Tuna Luso, que é a atual campeã da segunda divisão, aprovaram o formato e apoio que as equipes irão receber. “Parceria fundamental do Governo do Estado. Será uma oportunidade da torcida estar mais perto dos clubes”, avaliou o presidente do Paysandu, Maurício Ettinger. “Muito importante essa visibilidade. Estamos retornando para primeira divisão. A falta de público nos estádios deixou todos os clubes em dificuldades e essa ajuda chegou em boa hora”, disse a presidente da Tuna Luso, Graciete Maués.

Alta audiência na TV Cultura e transmissão nacional 

De acordo com a Funtelpa, na edição do Parazão de 2020, a TV Cultura alcançou em média 17,4 pontos de audiência em uma cobertura que alcança 118 municípios paraenses. A estimativa é que três milhões de pessoas tenham acompanhado a transmissão pela TV. Ainda de acordo com a Funtelpa, no jogo final do campeonato, a emissora alcançou mais de 60% do share de audiência.

“Oportunidade de continuarmos fomentando, estimulando e promovendo o esporte e, acima de tudo, mostrando a força do nosso futebol e essa paixão que os paraenses tem com os clubes locais. Neste momento de pandemia, onde não temos a presença de público nos estádios, a TV Cultura vai dar essa oportunidade para o torcedor”, destacou o presidente da Funtelpa, Hilbert Nascimento.

O presidente informou ainda que, na edição deste ano, foi feita uma parceria com o Grupo Meio Norte de Comunicação, do Piauí, para transmitir o Parazão para outras regiões do país. “Somos um grupo voltado para Região Norte e Nordeste. Estamos muito felizes com essa parceria e sabemos que podemos proporcionar visibilidade para o futebol paraense. Também estamos felizes por ter esse conteúdo que é uma paixão nacional”, disse o diretor do grupo, Wrias Moura.

Por Leonardo Nunes (SECOM)