Duplicação e pavimentação da Rua Padre Bruno Secchi serão concluídas ainda este ano

Requalificação da rua em homenagem ao fundador da República de Emaús dará maior fluidez ao tráfego de veículos e pessoas via bairro do Bengui

10/02/2021 13h42 - Atualizada em 10/02/2021 13h53

Requalificação da Rua Padre Bruno Secchi está 60% executada e os serviços de duplicação avançam entre as ruas São Miguel e BenficaAté o final deste ano, a rua Padre Bruno Secchi, antiga rua Yamada, no bairro do Bengui, em Belém, será entregue à população. O cronograma de obras do Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM) aponta que o conjunto de serviços de requalificação ao longo de 4,2 km de via está 60% executado. O objetivo principal dessas obras executadas pelo Governo do Estado é promover melhorias no tráfego e para a mobilidade urbana na capital paraense.

Atualmente, os serviços de duplicação da via avançam entre as ruas São Miguel e Benfica. Além disso, em outros pontos há obras viárias e remanejamento de interferências, como posteamento e desapropriações que estão na faixa de domínio da obra. De acordo com o engenheiro Eduardo Ribeiro, os trabalhos ocorrem por etapas e possuem recursos garantidos para a continuidade das obras.

“A rua Padre Bruno é um importante corredor de transporte de Belém, ligando a rodovia do Tapanã até a avenida Centenário, consolidando como alternativa à avenida Augusto Montenegro, e ajudando a desafogar o trânsito”, comenta Ribeiro.

O projeto possui o mesmo conceito da rodovia Tapanã, entregue em outubro passado, incluindo serviços como duplicação, pavimentação, nova rede de drenagem, ciclofaixas com acessibilidade nos dois sentidos, calçadas, arborização e iluminação pública. 

A via recebeu o nome de Padre Bruno Secchi em junho do ano passado, após a Câmara Municipal de Belém aprovar a mudança em homenagem ao fundador da República de Emaús, que morreu em maio do ano passado, vítima de Covid-19. A instituição, sem fins lucrativos, está localizada nessa rua e trabalha com projetos sociais voltados à defesa e à garantia dos direitos de crianças e adolescentes.

Por Michelle Daniel (NGTM)