Segup e Sespa distribuem 55.754 novas doses da CoronaVac por meio do Grupamento Aéreo

Doses são levadas até os Centros Regionais de Saúde, onde as prefeituras ficam responsáveis pela condução até o destino final

09/02/2021 11h18 - Atualizada em 09/02/2021 22h26
Por Aline Saavedra (SEGUP)

Na região da Calha Norte e do Marajó, as vacinas são entregues diretamente em cada cidadeDe forma integrada, as secretarias estaduais de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) e de Saúde Pública (Sespa) dão andamento, desde às 6h desta terça-feira (9), ao plano de voo que segue distribuindo novas doses da CoronaVac aos municípios paraenses. As embalagens contendo as 55.754 doses das vacinas são levadas até os Centros Regionais de Saúde (CRS) pelo Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp), onde os gestores por cada cidade ficam responsáveis pela condução até o destino final.

Na região da Calha Norte e do Marajó, as vacinas são entregues em cada cidade. Estão sendo utilizadas duas aeronaves de asas rotativas e três aeronaves de asas fixas. Policiais Militares realizam a escolta das vacinas em todo o Estado.

O primeiro voo saiu em direção à cidade de Santarém. Ao todo, sete rotas foram traçadas, as últimas em direção aos municípios de Cametá, Gurupá e Breves, que serão realizadas nesta quarta-feira (10). Em Breves, a aeronave desembarcará os imunizantes, que seguirão em uma embarcação do Grupamento Fluvial de Segurança Pública (GFLu) para os municípios de Bagre, Melgaço e Portel.

Cinco aeronaves estão sendo utilizadas na distribuiçãoEsta não é a primeira vez que os órgãos de saúde e segurança vêm atuando de forma integrada na entrega das vacinas. "Nós sabemos o quanto essa vacina é aguardada por todos e quantas vidas podem e devem ser salvas. Desta forma, não estamos medindo esforços para assim que as vacinas cheguem ao Estado possam der distribuídas a todos os CRS, inclusive, deixando nas próprias cidades das regiões do Marajó e da Calha Norte", explicou o secretário de Segurança Pública, Ualame Machado.

O titular da pasta de Saúde Pública do Estado, secretário Rômulo Rodovalho, ressalta a importância da integração na logística de distribuição das vacinas. "Com o trabalho conjunto, faremos chegar a todos os 13 Centros Regionais tanto vacinas desse lote, que chegou neste fim de semana, correspondente a primeira dose de vacinação, quanto a vacinas de lotes anteriores, que ficaram armazenadas aqui na Sespa para aplicação da segunda dose, então todo esse processo está sendo coordenado pela Sespa, contando com o apoio da Secretaria de Segurança Pública. Rapidamente, faremos toda essa entrega para que os municípios continuem imunizando toda a população paraense", destacou Rômulo Rodovalho.

A entrega terrestre iniciou na segunda-feira (8), com o deslocamento das vacinas para o 6º Centro, que corresponde a Barcarena, Abaetetuba e as cidades adjacentes.

Policiais Militares realizam a escolta das vacinas em todo o EstadoFases do Plano Estadual de Imunização

1ª Fase: trabalhadores de Saúde; pessoas com mais de 60 anos que vivem em instituições de longa permanência e indígenas aldeados.

2ª Fase: profissionais da Segurança Pública na ativa; idosos de 60 a 79 anos de idade; idosos a partir de 80 anos e povos e comunidades tradicionais quilombolas.

3ª Fase: pessoas com comorbidades (doenças como diabetes, hipertensão e obesidade).

4ª Fase: trabalhadores da Educação; Forças Armadas; funcionários do sistema penitenciário; população privada de liberdade e pessoas com deficiência permanente severa.