Detran leva educação de trânsito para o aniversário de Belém

12/01/2021 16h02 - Atualizada em 12/01/2021 17h08
Por Leidemar Oliveira (DETRAN)

O Departamento de Trânsito do Estado (Detran) participou da programação do aniversário e 405 anos de Belém levando educação de trânsito para a população. O evento ocorreu nesta terça-feira (12), na Aldeia Amazônica Davi Miguel, no bairro da Pedreira. Organizada pela Fundação ParáPaz, a programação levou Ação Cidadania, ofertando uma série de serviços acessíveis e gratuitos aos moradores da capital. O Detran foi um dos parceiros, organizando a via de acesso à Aldeia Amazônia e orientando a população sobre a importância de conhecer e obedecer as leis de trânsito.

As ações chamaram a atenção principalmente das crianças que, de forma lúdica, tiveram uma manhã de aprendizagem sobre como preservar a vida no trânsito. Além do caderno de Dicas de Trânsito para colorir, a criançada participou do Jogo Aprendiz, uma pista colorida e animada que indica as cores do semáforo e ensina como atravessar a faixa pedestre, entre outras dicas de trânsito seguro.

"O público infantil educa o adulto e muitas vezes livra os pais de acidentes, são um verdadeiro alerta para a família. Nas nossas operações pelo Estado temos percebido esse papel da criança, inclusive neste ano, dependendo da liberação da vacina e da volta às aulas, retomaremos o trabalho educativo nas escolas, da educação infantil ao ensino médio", informa a coordenadora da Ação Cidadania pelo Detran Celina Almeida.    

Os pais acompanharam as brincadeiras e aprovaram a iniciativa do Detran. "Sempre ensino os meus filhos a atravessar o sinal e a usar a faixa de pedestre, mas eles já sabem e até ensinam pra gente como fazer o certo. Essa atividade do Detran é muito importante, principalmente para as crianças que aprendem e ainda disciplinam a gente", destacou a dona de casa Rosimary Braga. A pequena Maria Clara, de 7 anos, passou horas fazendo o jogo do aprendiz e até ensinou outras crianças sobre como atravessar a rua. "Eu aprendi as cores do semáforo e que a gente só pode atravessar quando estiver no verde. Aprendi também que precisa olhar para os dois lados porque os carros são perigosos, eu já sabia, mas hoje aprendi melhor", garante.

Rosimary Braga e os filhosNovidades -  A coordenadora de educação do Detran, Isabella Mesquita, ressalta que a educação é a base de todas as demais ações de trânsito e tem sido uma das prioridades da atual gestão para reduzir os acidentes. "Educar as pessoas, em especial as crianças, é a base para esse trabalho, além disso os dados mostram que o reforço educativo na via está contribuindo para reduzir os índices de mortalidade e acidentalidade no Estado", afirma Mesquita.

O diretor técnico-operacional do Detran, Bento Gouveia, acompanhou a programação e destaca a importância de conscientizar o cidadão. "Entendemos que a educação para o trânsito deve ser o grande vetor para puxar todos os outros serviços, como a fiscalização, a sinalização e a engenharia de tráfego. É a melhor forma de representar o Detran, orientando a população da melhor forma, nesse momento festivo do aniversário de Belém", disse o diretor técnico-operacional do Detran, Bento Gouveia. Ele adiantou que o órgão está elaborando um projeto de atuação maior do que no ano passado, com mais qualidade e envolvendo uma quantidade mais expressiva de municípios, com ações de trânsito em diversas áreas. O Detran também vai atuar de forma incisiva, em conjunto com a Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob), levando mais sinalização de via, informações, educação para o trânsito e cursos para a população que necessita desse tipo de serviço.