Governo do Estado firma convênio com o DNIT para executar a duplicação da BR-222

Helder Barbalho anunciou o início das obras para maio de 2021

14/12/2020 18h17 - Atualizada em 15/12/2020 09h20
Por Kátia Aguiar (SETRAN)

O governador do Estado Helder Barbalho firmou convênio com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para estadualizar um trecho de cerca de 5 km da BR-222, em Marabá, no sudeste do Pará. A cessão do  subtrecho que compreende o fim da ponte Rio Tocantins, até à BR-153/230 é necessária para que o Governo do Estado inicie as obras de duplicação da pista, uma antiga reivindicação dos moradores da região, que sofrem com os congestionamentos no centro de Marabá.

O governador pontuou que a obra é um compromisso de campanha com o povo daquela região. “Estadualizar esse trecho da BR-222 vai facilitar a mobilidade urbana de quem precisa se deslocar para o centro da cidade e acessar pontos como, o Centro de Convenções da cidade, chegar mais rápido ao Hospital Regional, entre outros lugares. Com o convênio assinado, partiremos para outras fases. Já com projeto básico em confecção, em maio iniciaremos a obra de duplicação da rodovia, que é estratégica para o desenvolvimento da região sudeste”, disse o governador Helder Barbalho.

A obra, que será  executada pela Secretaria de Estado de Transportes (Setran), envolve  recursos do Tesouro Estadual. O titular da Setran, Adler Silveira,  destaca que a duplicação é uma obra completa, com sistema de drenagem de águas pluviais, acostamento, “proporcionando, além de fluidez no trânsito, segurança  para quem utiliza a via, que também é rota para quem acessa vários outros municípios do sudeste e sul do Pará”, pontuou o secretário.