Fundação Guamá e Apex Brasil concluem ciclo de qualificação para exportação

A qualificação permite a empreendedores o acesso a técnicas de promoção e comercialização no mercado externo

07/12/2020 18h56 - Atualizada em 07/12/2020 21h49
Por Juliane Frazão (PCTGuamá)

Em parceria com a Fundação Guamá, organização gestora do Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá, localizado em Belém, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) encerra mais um ciclo do Programa de Qualificação para Exportação (Peiex) no Pará. Cerca de 150 empresas das regiões Metropolitana de Belém, do Sudeste (Marabá) e Oeste (Santarém) foram capacitadas, sem nenhum custo, para começar a exportar ou ampliar sua atuação no mercado internacional.O ceramista Jefferson Paiva, da Cooperativa Puxirum, já concretizou a primeira exportação das peças que produz

Ceramista de Santarém, na região oeste do Estado, Jefferson Paiva integra a Cooperativa Puxirum e trabalha com reprodução de cerâmicas arqueológicas da Amazônia, em especial a tapajônica. Para o artesão, as capacitações realizadas pelo Peiex abriram novas possibilidades de comercialização dos produtos. “A questão do envio (da cerâmica) para o exterior era um problema. Fiquei maravilhado com a capacitação e, através do programa, realizei a minha primeira exportação. Enviamos algumas peças para a França e já tenho encomendas para Itália e Suíça, além de duas exposições em vista, uma na Tunísia e outra na cidade do Porto (em Portugal)”, informa Jefferson Paiva.

Com produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos confeccionados com insumos e ativos amazônicos, a Juruá Cosméticos, microempresa instalada em Belém, antes de aderir ao programa já realizava pequenas exportações para o mercado externo, principalmente para Japão e Itália. Além dos treinamentos recebidos, a empresa destaca o networking como um atrativo para expandir a presença no mercado externo. “Pudemos participar de uma rodada de negócios internacional e, a partir das conversas, estamos em fase de negociação com diferentes empresas, enviando amostras, folders e catálogos”, conta Dâmaris Busman, farmacêutica responsável pela fabricação dos produtos Juruá.

Na próxima quarta-feira (09), às 10h30, ocorrerá uma cerimônia online com apresentação de resultados, depoimentos de empresários e networking. O evento contará com a presença de representantes da Apex-Brasil; do secretário Carlos Maneschy, titular da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet); do superintendente do Sebrae no Pará, Rubens Magno; do diretor presidente da Fundação Guamá, Rodrigo Quites, e de representantes das empresas que participaram do programa.O ciclo do Programa de Qualificação para Exportação no Pará capacitou cerca de 150 empresas

O evento é aberto ao público e pode ser acompanhado ao vivo no Facebook e YouTube do PCT Guamá.

Atuação - Realizado em ciclos bienais, o Peiex está presente no Pará desde 2013, quando a Apex-Brasil firmou parceria com a Federação de Indústrias do Estado (Fiepa) para a realização dos primeiros ciclos.

Em 2016, um novo convênio passou a gestão local do programa para a Fundação Guamá, organização que trabalha com pesquisa aplicada, empreendedorismo inovador e transferência de tecnologia para o desenvolvimento de produtos e serviços de maior valor agregado. Entre 2016 e 2020, foram capacitadas 300 empresas dos segmentos de alimentos e bebidas; cosméticos; Tecnologia da Informação (TI); biotecnologia; têxtil; madeira e móveis, dentre outros.

O atual núcleo operacional do Peiex Pará contou com o apoio do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) no Pará; do Centro Internacional de Negócios (CIN), vinculado à Fiepa; dos Correios; da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec); da Sectet; do Banco do Estado do Pará (Banpará); da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa).

Atração de investimentos - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira.

A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva nacional, entre outras plataformas de negócios voltadas também ao fortalecimento da marca Brasil.