Técnicos da Cosanpa inspecionam obras de esgotamento sanitário no Una e no Bengui

Companhia cobra dos fornecedores a entrega de material de construção, em atraso desde o início da pandemia do novo coronavírus

30/11/2020 14h45 - Atualizada em 30/11/2020 16h50

Equipe técnica da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) visita as obras de esgotamento sanitário, no Una e Bengui, em Belém Nesta segunda-feira, 30, a equipe técnica da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) visitou as obras de esgotamento sanitário, nos bairros do Una e Bengui, em Belém. 

No bairro do Una, está em andamento a obra de construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), que atenderá cerca de 90 mil habitantes e terá capacidade de tratar 475 litros de esgoto por segundo. 

Este mês, completa um ano que o projeto foi retomado pela nova gestão da Cosanpa, após ficar cinco anos parado. A previsão é de que a obra seja concluída no primeiro semestre de 2022.

Titular da Cosanpa, José Antonio De Angelis, afirmou que o governo está empenhado em melhorar os índices de tratamento de esgoto“Por conta da pandemia, alguns fornecedores de materiais de construção atrasaram entregas e continuam pedindo prazos mais extensos para a produção de itens necessários para a obra. Por conta disso, os prazos foram revistos. Mas estamos cobrando das empresas contratadas agilidade no andamento da obra, pois sabemos a importância dessas estações para a população de Belém. Os índices de tratamento de esgoto são historicamente baixos em toda a região Norte e estamos empenhados em mudar essa situação e melhorar as condições de saneamento básico em todo o Pará”, explicou o presidente da Cosanpa, José Antonio De Angelis. 

No Bengui, a equipe visitou a Estação Elevatória de Esgoto V, que irá receber esgoto domiciliar para enviar à Estação de Tratamento de Esgoto, já construída no bairro. A Estação Elevatória está em fase de testes para entrar em operação efetivamente.

Por Tayná Horiguchi (COSANPA)