Detran e TerPaz formam 27 agentes em educação de trânsito no Jurunas e Benguí

27/11/2020 17h08 - Atualizada em 30/11/2020 16h15
Por Leidemar Oliveira (DETRAN)

O Departamento de Trânsito do Estado (Detran) encerrou, nesta sexta-feira (27), em Belém, o Curso de Formação de Multiplicador em Educação para o Trânsito. As aulas aconteceram nos bairros do Jurunas e Benguí ao longo da semana e formaram 27 pessoas da comunidade, que a partir de agora, estão aptas a multiplicar o conhecimento adquirido durante o curso. Promovida pela Coordenadoria de Educação de Trânsito (CED) do Detran, em parceria com o Programa Territórios pela Paz (TerPaz), a formação objetiva conscientizar moradores, professores e agentes de segurança sobre trânsito seguro.

O encerramento nos dois bairros ocorreu com a realização de uma aula prática na área comercial. "Os alunos estão praticando a educação de trânsito no dia de hoje e depois vão levar esse aprendizado para sua comunidade, multiplicando o conhecimento com os outros moradores", explica o coordenador do curso no Jurunas, Victor Oliveira.

O bairro é um dos mais populosos de Belém, com uma dinâmica intensa de trânsito e, consequentemente, também de muitos acidentes. "É um curso necessário, até porque, segundo os próprios alunos, os fatores de risco são elevadíssimos. Então, o bairro acolheu a ideia porque com a capacitação eles vão levar essa conscientização às pessoas para reduzir os acidentes", avalia a gerente de integração educacional da CED e representante do Detran no TerPaz, Celina Almeida. 

Isabelle Gonçalves, de 16 anos, mora no Jurunas e soube do curso através das redes sociais do TerPaz. Ela acredita que o mais importante é repassar o conhecimento adquirido através do Detran. "Agora que eu aprendi sobre isso, pretendo falar mais sobre como evitar acidentes aos meus parentes e amigos", garante.

A líder comunitária Drielli Miranda, de 30 anos, pontua uma série de infrações percebidas no trânsito do bairro, problemas que, para ela, poderão ser amenizados a partir do que aprendeu no curso.  "Agora, sei que, para o trânsito funcionar com segurança, é necessário que todos façam sua parte. Quero realizar projetos para compartilhar esse conhecimento", declarou.

Assim como no Jurunas, no Benguí, os alunos distribuíram panfletos e conversaram sobre o tema com os moradores. "Na minha comunidade o trânsito é caótico e o curso me proporcionou conhecer a legislação, saber do direito de ir e vir. Essa aula prática também nos ajuda a abordar as pessoas. Agora vou levar o que aprendi para minha casa, igreja e toda a comunidade", diz a educadora Jacirema Barros.

Os moradores abordados pelas equipes aprovaram a ação. "Já sofri acidente de moto por imprudência minha e da outra condutora, passei três meses sem poder andar e sei o quanto o trânsito é arriscado. Essas ações são muito importantes e precisam se repetir com mais frequência porque conscientizam as pessoas", sugere o eletricista José Nazareno.

Para a coordenadora do TerPaz no Jurunas, Rosilda Correa, o bairro tem muitas carências que estão sendo amenizadas com a presença do Governo. Pela primeira vez, o bairro recebeu uma ação de educação de trânsito. "As pessoas daqui não poderiam pagar para ter o curso. O Detran proporcionou isso gratuitamente e para ensinar sobre um assunto muito delicado no bairro que é a preservação da vida no trânsito", concluiu Rosilda.