Com a técnica 'logística reversa', PM descarta coletes balísticos vencidos

O material inservível acaba transformado em luvas, cordas para navio e pastilhas de freio

26/11/2020 21h41 - Atualizada em 26/11/2020 23h41
Por Taiane Figueiredo (PM)

Quase 6 mil coletes balísticos da Polícia Militar, que estavam com validade vencida, foram descartados nesta quinta-feira (26) pelo Almoxarifado Central da PM do Pará. Parte do material será reutilizada na fabricação de novos objetos, como luvas e cordas para navio. Denominado logística reversa, o descarte dos coletes balísticos, na forma adotada pela corporação, soluciona a questão do espaço para a estocagem de materiais novos e contribui com o meio ambiente.A destruição dos coletes por picotamento é seguida pelo processo de reaproveitamento de materiais

“A própria empresa que fornece os coletes novos recolhe aqueles que estão inservíveis e realiza a destruição. Ela fica responsável pela inutilização, transporte, destruição por picotamento e reciclagem desse material. Parte das matérias-primas utilizadas para confeccionar o colete, a aramida e o polietileno, pode ser reciclada, e assim não contamina o meio ambiente, sendo usada na fabricação, por exemplo, de luvas, pastilhas de freio e cordas de navio”, explica o tenente-coronel Wagner Andrade, chefe do Almoxarifado Central da PM.A PM deu nova destinação a quase 6 mil coletes que não mais serviam ao trabalho policial

Modelo sustentável - A técnica tem sido adotada pelo órgão desde 2018, e ocorre sempre que há grande necessidade de descartar os coletes antigos para dar lugar a novos produtos. “Hoje o material é descartado de maneira segura e não prejudicial ao meio ambiente”, reforçou o major Edson Castro, membro da comissão responsável por acompanhar a logística reversa. Ao fim do processo, a empresa emite uma declaração informando sobre a destinação legal do material, como estabelece o contrato firmado com a PM.

O Almoxarifado Central é um órgão de apoio subordinado à Diretoria de Apoio Logístico (DAL), responsável pelo suprimento, controle e manutenção de materiais que dão suporte ao policiamento ostensivo no âmbito da Polícia Militar.