'Educação de Trânsito por Todo o Pará' completa dois meses neste domingo (8)

Projeto busca maior consciência para um tráfego mais seguro e acontece com palestras, cursos, abordagens e encontros formativos

06/11/2020 15h38 - Atualizada em 07/11/2020 17h40
Por Eduardo Vilaça (DETRAN)

O projeto com suas intervenções educativas já esteve em 46 cidades contribuindo para a maior consciência e responsabilidade no trânsitoAs ações do projeto Educação de Trânsito por Todo o Pará, do Departamento de Trânsito do Estado (Detran), completam dois meses de atuação neste domingo (8). O projeto tem como objetivo percorrer 64 municípios das 12 Regiões de Integração do Pará, durante 90 dias, ampliando a consciência e a responsabilidade no trânsito para a população do interior.

Já foram alcançados 46 municípios das regiões de Carajás, Marajó, Caeté, Baixo Amazonas, Xingu, Tapajós, Guamá, Lago do Tucuruí, Araguaia, Tocantins e Guajará com as ações educativas do Detran.

Isabella Mesquita, coordenadora de Educação do Detran, explica que o objetivo principal é a redução do número de acidentes e vítimas fatais nas vias. “Nós também aproveitamos para fazer um estudo preliminar sobre cada município visitado, para que possamos retornar posteriormente com as possíveis soluções em relação ao trânsito”.

De acordo com o Detran, os municípios que fazem parte do projeto têm certa complexidade em suas dinâmicas de trânsito. Ao analisar as particularidades de cada um, o Departamento de Trânsito quer trazer à comunidade da região reflexões sobre as problemáticas do trânsito local e a importância do comportamento responsável e seguro para o bem coletivo.

As ações, que duram até o final do mês de novembro, acontecem de maneira simultânea por meio de palestras, cursos, abordagens e encontros formativos, buscando alcançar um público amplo. Também há as abordagens nas vias com condutores, o diálogo e alertas sobre comportamento de risco no tráfego.

O projeto envolve agentes do serviço público na área de trânsito e educação, e claro, moradores, em geral, como pais, crianças, mototaxistas e pedestres.

*Com colaboração de Esther Pinheiro*