Codec discute projetos para melhorar organização do Distrito Industrial de Barcarena

Entre as principais demandas dos empresários está a regularização fundiária do Distrito, problema que se arrasta há mais de 30 anos

04/11/2020 22h39 - Atualizada em 04/11/2020 23h22
Por Igor Nascimento (CODEC)

A Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec) promoveu, nesta quarta-feira (4), um seminário virtual dedicado a discutir projetos e ações para o Distrito Industrial de Barcarena, no nordeste do Estado. O objetivo do webinar, que contou com a participação do secretário Municipal de Indústria, Comércio e Turismo do município, Marcos Mendes, foi apresentar um panorama das articulações iniciadas pelo órgão para melhorar a organização do polo industrial, inaugurado na década de 1970.

Na área, concentram-se atualmente mais de 90 empreendimentos e algumas das mais importantes atividades industriais no Pará, com destaque para a produção mineral (caulim, alumina e alumínio), além da produção de semielaborados, como cabos para transmissão de energia. Um dos desafios da Codec na gestão do polo de 8,8 mil hectares é promover a regularização fundiária, que significa dar mais segurança às empresas que chegam ao Distrito para investir.O diretor da Codec, Pádua Rodrigues (e) o secretário de Indústria, Comércio e Turismo de Barcarena, Marcos Mendes, durante o webinar

“Não há desenvolvimento econômico sem infraestrutura e logística adequadas para receber os investimentos”, destacou o diretor de Estratégia e Relações Institucionais da Codec, Pádua Rodrigues. Principal responsável pela articulação com os municípios que abrigam Distritos Industriais no Pará, ele ressalta que o propósito da Companhia é garantir boas condições nos Distritos para a chegada dos investimentos, e que para isso é necessário estabelecer um amplo diálogo com as prefeituras, empresas e entidades representativas.

Regularização fundiária - “Desde o ano passado, com a nova gestão da Codec, sob a liderança do presidente Lutfala Bitar, nós inauguramos uma nova forma de atuação frente aos municípios que têm Distritos Industriais, com uma postura de aproximação e envolvimento para uma participação mais ativa e integrada. No caso de Barcarena, nós identificamos que a principal necessidade é a regularização fundiária do Distrito, um problema que começou desde a sua implantação. A partir disso, reunimos com o cartório de Barcarena e já iniciamos uma reorganização, delimitando todos os polígonos do que já tinha sido vendido aos empresários, registrando o que resta para ser negociado pela Codec e definindo áreas que podem ser utilizadas para vias de circulação interna. Após mais de 30 anos que se tenta resolver essa questão, a nossa meta é concluir o trabalho nos próximos seis meses”, informou Pádua Rodrigues.

De acordo com o secretário de Indústria, Comércio e Turismo de Barcarena, Marcos Mendes, o loteamento do Distrito e a mobilidade são demandas frequentes dos empresários. “As empresas que chegam aqui e querem se instalar em Barcarena enfrentam algumas dificuldades nessa questão da regularização das áreas e na mobilidade urbana. Em relação à mobilidade, nós temos tido reuniões com diversas empresas e estamos fazendo um estudo a respeito, com o apoio e amplas parcerias para garantir melhorias”, ressaltou o secretário.

Ordenamento - No conjunto de ações de melhoria para o Distrito, a Codec projeta a criação de uma Área de Apoio Logístico Portuário (AALP), que funcionará como um serviço auxiliar das operações do porto de Vila do Conde, incluindo um estacionamento mais adequado para os veículos e a oferta de diversos serviços públicos que, na prática, devem contribuir fortemente para o ordenamento do Distrito Industrial.

“Nosso objetivo é revitalizar o Distrito, considerando que Barcarena tem se mostrado como principal destino para investimentos no Brasil. Para garantir a efetividade desse trabalho, estamos elencando prioridades, e uma delas é a necessidade de que as empresas que já estão no Distrito se organizem através de uma entidade, assim como em outros Distritos paraenses, porque isso facilita muito a gestão", explicou Pádua Rodrigues. 

Segundo o diretor, outro passo importante em direção à implementação de melhorias foi a celebração de um Termo de Cooperação Técnica com a Prefeitura, formalizando e estabelecendo providências urgentes para o alcance dos objetivos prioritários. "Um dos resultados disso é que, nas próximas semanas, já teremos um gerente regional da Codec atuando dentro da Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo, na Vila dos Cabanos, para receber as demandas e representar a Codec na região”, adiantou.