Arcon divulga balanço da  fiscalização no feriado de Finados

03/11/2020 15h56

A equipe de fiscalização da Agência de Regulação e Controle dos Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon-Pa) esteve empenhada na operação Finados 2020, que teve início na última sexta-feira (30), e se estendeu até segunda-feira, (02).  O órgão estadual esteve nos principais portos e terminais do Estado, com foco especial ao enfrentamento da covid-19, além de observar a qualidade e segurança dos serviços prestados pelas empresas de transporte intermunicipal.   

Os fiscais observaram a obediência ao cumprimento do protocolo de segurança pelos passageiros e empresas operadoras, orientando sobre os riscos de contágio nos casos de negligência às medidas sanitárias recomendadas pela Organização Mundial de Saúde – OMS.

O Diretor de Fiscalização da Arcon-Pa, Ivan Bernaldo esteve coordenando as equipes durante a operação. "Observamos o uso dos itens de segurança recomendados, como máscaras, álcool em gel, além da higienização das embarcações e veículos a cada viagem, conscientizando as pessoas que apresentaram resistência para a importância de união de forças, entre governo e sociedade para a proteção da  saúde de todos”, reforça Ivan.

A fiscalização trabalhou em regime de escala no Terminal Hidroviário de Belém, no Porto Siqueira Mendes, Porto Amazonat (Ver-o-Peso), Porto de Camará (Salvaterra), no Terminal Rodoviário de Belém, Pórtico de Ananindeua, e nos municípios de Vigia, Castanhal e Mosqueiro.

A estudante Tainã Lima, viajou de ônibus para Tucuruí, e reclamou da falta de consciência de alguns passageiros. “Muitos embarcam de máscara, mas depois retiram a proteção, colocando em riscos a saúde dos passageiros, sendo que o motorista não tem como observar durante a viagem. É uma questão de consciência e cuidado com o próximo”, frisa Tainã.

Deise Nascimento aproveitou o feriado em Salinópolis, mas garante que tomou todos os cuidados neste tempo de Covid-19. “Estou evitando viajar nestes tempos, mas resolvi visitar a família em Salinas, com álcool em gel nas mãos, máscara e mantendo o distanciamento social para a minha proteção”, revela Deise.

As principais infrações identificadas  durante a operação foram: a supressão dos horários das viagens e a desobediência às medidas de segurança, ocorrências que geraram mais de 90 infrações, destas 14 relacionadas ao descumprimento do decreto estadual nº 800/2020,  pelas empresas operadoras.

Serviço

Os usuários podem fazer denúncias ou reclamações através da Ouvidoria da Arcon-Pa, nas salas de atendimento do Terminal Rodoviário, e no Terminal Hidroviário de Belém. Também são disponibilizados aos usuários, os telefones: 08000911717, e o call center: 32421942, 32422455, 32422510, com atendimento no horário de 8h às 16h.

Por Cybele Puget (ARCON)