Plano de expansão do Igeprev avança para oferecer mais comodidade

29/10/2020 16h16 - Atualizada em 29/10/2020 17h00

O Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Pará (Igeprev) se prepara para oferecer atendimento itinerante pelos municípios, além de oferecer mais comodidade na agência do Terminal Hidroviário ‘Luiz Rebelo Neto’, em Belém. As ações fazem parte do plano de expansão do órgão que também prevê a criação de novas agências no Estado.

A média de atendimentos mensais é de 7,6 mil, sendo 4,6 mil na sede do instituto em Belém; 2 mil nas Estações Cidadania e outros mil em Castanhal. “A expansão partiu de dados iniciais baseados no censo previdenciário e na necessidade de facilitar o acesso dos beneficiários aos serviços do Instituto. O plano prioriza, na primeira etapa de implantação, os municípios com maior número de beneficiários, fazendo uma análise também das características locais de cada mesorregião”, explica o presidente Giussepp Mendes.

O plano de expansão foi pautado em dados e características geográficas para evitar grandes deslocamentos, prevendo em cada agência 100% dos serviços disponíveis no Instituto. Com uso de tecnologia no cadastro e apresentação de documentos, os beneficiários não precisarão viajar até a região metropolitana de Belém para obter atendimento.

A expansão, quando finalizada, alcançará todas as mesorregiões, considerando o número de beneficiários cadastrados em cada local. “Foram definidos os municípios onde o Igeprev implantará as agências, e dimensionadas as estruturas de atendimento. O Instituto também aguarda para o final do mês de novembro, a chegada de dois caminhões que iniciarão os atendimentos itinerantes por localidades estratégicas do Estado”, acrescentou Mendes.

Belém será a primeira cidade a ser beneficiada com a abertura de uma nova unidade do Igeprev no Terminal Hidroviário “Luiz Rebelo Neto”. O local foi escolhido estrategicamente devido ao grande fluxo diário de passageiros oriundos de vários municípios, muitos dos quais precisam dos serviços do instituto. “É uma forma responsável de oferecer atendimento aos que moram em cidades, cujo transporte predominante é o marítimo. Assim, este usuário não precisa sequer sair do terminal para receber o atendimento do Igeprev”, frisou Giussepp.

“Eu acho muito bom e importante para os servidores e seus dependentes, tendo em vista que nosso Estado tem dimensões muito grandes. É uma boa ideia e aprovo totalmente. As pessoas não vão precisar se deslocar para a capital, então vai ser muito bom mesmo”, avaliou Antônio Marcos da Rocha, beneficiário da reserva da Polícia Militar do Estado do Pará (PM).

Por Dayane Baía (SECOM)