Regional do Marajó garante 400 mamografias para mulheres da região

27/10/2020 10h38 - Atualizada em 27/10/2020 12h29
Por Governo do Pará (SECOM)

A dona de casa Maria Lindalva Lima do Nascimento, 48 anos, residente em Breves, realizou o exame de mamografia para diagnóstico precoce do câncer de mama, semana passada, no Hospital Regional Público do Marajó (HRPM), que aderiu ao movimento Outubro Rosa e, por meio da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), oferece 400 mamografias até o final deste mês.

É o segundo ano consecutivo que Maria Lindalva realiza o exame e ressalta a importância do serviço às usuárias do sudoeste marajoara que é composto pelos municípios vinculados ao 8º Centro Regional de Saúde (8º CRS) que compreende Breves, Anajás, Bagre, Curralinho, Gurupá, Melgaço e Portel.

“Na minha família não há ninguém com a doença, mas senti a necessidade de prevenir o câncer de mama e procurei o serviço. Toda equipe atende a gente muito bem. Nós sabemos que a mamografia é muito importante pra prevenção da doença, principalmente quem já está com mais de 40, né?”, comentou a usuária, que também participou das ações de educação em saúde com a promoção de palestras e distribuição de material educativo sobre o tema, que está sendo realizado desde início de outubro nas áreas de atendimento do HRPM e no auditório da instituição, envolvendo usuárias, acompanhantes e colaboradoras.

Maria Benedita, enfermeiraA técnica de Enfermagem do HRPM, Maria Benedita Gonçalves Matos, 43, foi uma das participantes da palestra. Ela agradeceu a gestão da unidade pela iniciativa. "A palestra foi muito boa, tivemos ótimos esclarecimentos, tiramos nossas dúvidas à respeito dos exames, principalmente, para nós mulheres que já temos mais de 40 anos. Foi um benefício cheio de orientações muito bom para todos nós", disse.

De acordo com a enfermeira Kelly Souza, que ministrou palestras dentro da programação do Outubro Rosa do HRPM, entre as orientações repassadas, ela focou na prevenção baseada nos fatores de riscos da doença como consumo exagerado de bebida alcoólica, tabagismo, uso de anticoncepcional de forma desordenada, sobrepeso, sedentarismo, histórico familiar de casos da doença, entre outros.

Segundo a Sespa, no Pará, os serviços para  prevenir o câncer obedecem um fluxo de atendimento que inicia na Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da residência do usuário do Sistema Único de Saúde (SUS). Na UBS, um médico clínico generalista, diante de um diagnóstico suspeito, pode encaminhar o paciente ao centro de referência adequado para a definição de quadro clínico mediante realização de exames e biópsias.

Só este ano, até 15 de setembro, foram registrados no Pará 198 novos casos de câncer de mama. Em 2019, foram 662 confirmações. Ainda no ano passado, 330 mulheres e cinco homens foram a óbito devido à doença.

Para finalizar, a enfermeira orienta a realização do autoexame das mamas, rotineiramente. “O importante é manter a vigilância constante e consultas ambulatoriais e realização de exames periódicos”.

Serviço: O HRPM é um órgão do governo do estado que presta assistência de média e alta complexidade aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Dispõe de atendimento ambulatorial de segunda a sexta-feira, das 7 às 17 h. O hospital está localizado na Avenida Rio Branco, 1.266, Centro. Mais informações: (91) 3783-2140/ 3783-2127.

Texto: Lucas Brilhante - ascom Hospital Regional Público do Marajó