Santarém sediará encontro regional de coordenadores de Saúde Bucal

Evento será nos dias 28 e 29 de outubro e vai reunir profissionais do Baixo Amazonas, Tapajós e Xingu

25/10/2020 11h19 - Atualizada em 25/10/2020 13h00
Por Roberta Vilanova (SESPA)

O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), realizará, nos dias 28 e 29 de outubro, em Santarém, o Encontro Regional de Coordenadores de Saúde Bucal do Baixo Amazonas, Tapajós e Xingu, que será o primeiro realizado fora da capital, Belém.

O evento faz parte da programação anual da Coordenação Estadual de Saúde Bucal e tem o objetivo de aproximar o nível central da Sespa dos Centros Regionais de Saúde e dos coordenadores municipais de Saúde Bucal e respectivas equipes técnicas.

“Vamos levar temas relevantes para serem discutidos, qualificando coordenadores e profissionais da saúde bucal, com o intuito de alcançar melhores resultados” - Alessandra Amaral, coordenadora estadual de Saúde Bucal.

Segundo a coordenadora estadual de Saúde Bucal, Alessandra Amaral, o encontro vai congregar representantes de 29 municípiosO Encontro Regional de Coordenadores de Bucal contará com participantes dos municípios das regiões do Baixo Amazonas, Tapajós e também do Xingu, abrangendo 29 cidades: Santarém, Alenquer, Almeirim, Aveiro, Belterra, Curuá, Faro, Itaituba, Juruti, Jacareacanga, Monte Alegre, Novo Progresso, Óbidos, Oriximiná, Prainha, Placas, Rurópolis, Terra Santa, Trairão, Mojuí dos Campos, Altamira, Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Pacajá, Porto de Moz, Senador José Portilho, Uruará e Vitória do Xingu. No entanto, segundo Alessandra Amaral, coordenadores de saúde bucal de outras regiões também podem participar.

A programação do evento abordará três grandes temas, ou seja, “Atendimento Odontológico e a Covid-19”; “Indicadores Estaduais de Saúde Bucal e o Previne Brasil” e “Produção dos Serviços de Saúde Bucal e Sistemas de Informação”. No que tange ao Previne Brasil, Alessandra Amaral explicou que se trata de um novo modelo de financiamento do Ministério da Saúde para a Atenção Primária à Saúde. O evento será encerrado com uma reunião com os coordenadores municipais de Saúde Bucal para apresentação de demandas e diálogo.

Segundo Alessandra Amaral, para 2020, havia três Encontros Regionais programados que, além desse, aconteceriam na Região do Marajó, no município de Soure e na Região do Carajás, em Marabá. “Porém, devido à pandemia, foi necessário reorganizarmos a programação”, explicou. “Mas o importante é que nesses dois anos, conseguimos realizar capacitações regionais sobre Diagnóstico do Câncer de Boca na Região do Baixo Amazonas e Tapajós (Santarém), do Carajás (Marabá), da Metropolitana I e II (Belém) e do Caetés (Bragança)”, comemorou. 

Em todo o Pará, Estado vem realizando ações descentralizadas em diversas regiõesAções na região – De acordo com Alessandra Amaral, desde o início de 2019, a Sespa vem realizando ações de maneira descentralizada, fortalecendo todas as regiões do Estado, inclusive, esteve junto com o governador Helder Barbalho na primeira ação do Governo Por todos o Pará, que levou as Secretarias Estaduais e a Assembleia Legislativa para a região do Baixo Amazonas, com a finalidade de receber e despachar demandas dos municípios juntamente com o chefe do Executivo Estadual.

Em Santarém, funciona um Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) de gestão estadual que é referência regional para a oferta de procedimentos de média complexidade em Odontologia, nas especialidades de Cirurgia, Endodontia, Periodontia, atendimento ao Paciente Especial e Estomatologia com ênfase no diagnóstico precoce do câncer bucal. “Portanto, a Sespa tem fortalecido o CEO com repasse de insumos e equipamentos. Em fevereiro de 2020, por exemplo, entregamos um novo aparelho de Raios-X odontológico para auxiliar no planejamento das cirurgias, no tratamento de canal e no auxílio de diagnóstico”, informou Alessandra Amaral. 

Uma das iniciativas que vem sendo desenvolvida é a implantação da Rede Estadual de Assistência ao Paciente com Fissura Labiopalatal em conjunto com o Centro Regional de Governo do Baixo Amazonas e com a Secretaria Municipal de Saúde de Santarém. “Depois que conhecemos o Serviço Municipal de Atendimento aos Fissurados, estamos organizando e auxiliando na implantação da referência regional do atendimento ao paciente com fissura labiopalatal, fortalecendo a inclusão da Casa da Criança e do Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) nessa Rede”, informou.

Em 2019, o governo do Estado, por meio da Sespa, participou da “Operação Sorriso”, onde foram realizadas 60 cirurgias corretivas de reconstrução de lábio e fechamento de palato fissurados. “As cirurgias aconteceram no Hospital e Maternidade Sagrada Família e foram custeadas pelo governo do Estado. Em 2020, já iniciamos a realização de cirurgias no HRBA”, afirmou Alessandra Amaral.

Em parceria com a Sespa, Navio Papa Francisco oferece consultas médicas, atendimento odontológico, exames laboratoriais, mamografias e pequenos procedimentos cirúrgicosO governo estadual também mantém convênio com a igreja católica, custeando as ações do Navio Papa Francisco, que é um serviço itinerante de saúde, oferecendo consultas médicas, atendimento odontológico, exames laboratoriais, mamografias e pequenos procedimentos cirúrgicos. “O navio possui uma agenda de viagens programadas o ano inteiro e percorre alguns municípios da região”, observou a coordenadora.

Além disso, segundo Alessandra Amaral, a Coordenação Estadual de Saúde Bucal está disponível diariamente para assessorar tecnicamente coordenadores e profissionais de saúde bucal dos municípios. “Temos, ainda, uma agenda anual de monitoramento das equipes e serviços de saúde bucal que se estende a todas as regiões do estado do Pará”, concluiu.

Serviço:

O Encontro Regional de Coordenadores Municipais de Saúde Bucal será realizado no Centro Regional de Governo do Baixo Amazonas (Trav. 15 de Agosto, 120, Centro). Informações: coordsaudebucal@yahoo.com.br.