Matrículas para pós-graduação em autismo começam na segunda-feira (19)

O curso é desenvolvido a partir de uma parceria entre a EGPA e a Sespa

16/10/2020 09h08 - Atualizada em 16/10/2020 10h34
Por Isabela Quirino (EGPA)

As matrículas seguem até o dia 23 de outubroA partir da próxima segunda-feira (19), os servidores públicos selecionados para o curso de 'Aperfeiçoamento em Políticas Públicas e Gerenciamento de Processos Inclusivos: Um olhar para o transtorno do espectro autista' poderão realizar sua matrícula. Após o período disponibilizado em edital para apresentação de recursos, o resultado final permanece o mesmo. 

“Não houve apresentação de recursos, por isso mantivemos o resultado divulgado no dia 07 de outubro”, explica a coordenadora do Centro de Pós-Graduação da Escola de Governança Pública do Estado do Pará (EGPA), Rose Leão. 

O curso, desenvolvido a partir de uma parceria entre a EGPA e a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), por meio da Coordenação Estadual de Políticas para o Autismo (Cepa), tem o objetivo de suprir a necessidade de qualificar servidores da área da gestão pública com foco nas áreas jurídicas, saúde, educação, assistência social, cultura, esporte e lazer, e capacitá-los na gestão de políticas públicas de inclusão, atendendo as legislações vigentes sobre o tema e também habilitando-os para a construção de projetos e captação de recursos nessa área. 

As matrículas seguem até o dia 23 de outubro, sendo realizada por meio de formulário que deve ser encaminhado por e-mail ao Centro de Pós-Graduação. “Já enviamos as orientações para os servidores selecionados realizarem sua matrícula, receberemos o formulário de matrícula assinado e toda a documentação prevista em edital”, finaliza Rose. 

As aulas estão com o início previsto para o dia 9 de novembro e as atividades serão desenvolvidas em formato de ensino a distância, com carga horária total de 180 horas, contendo atividades presenciais distribuídas em dois encontros, nos municípios sede do curso. Para esta fase, foram inscritos servidores públicos dos municípios de Altamira, Barcarena, Breves, Capanema, Conceição do Araguaia, Goianésia do Pará e Itaituba.