Santa Casa recebe doação de tablets do Banpará e pacientes poderão ver familiares

Equipamentos apoiarão iniciativas de humanização dentro do hospital

14/10/2020 17h23 - Atualizada em 14/10/2020 18h37

A Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará (FSCMP) recebeu, na manhã desta quarta-feira (14), a doação de três tablets. Os dispositivos foram doados pelo Banco do Estado do Pará (Banpará) ao  projeto "Conectados Pelo Afeto" para serem usados por pacientes impossibilitados de receberem visitas.

Para a terapeuta ocupacional e coordenadora do Comitê de Trabalho de Humanização da FSCMP, Clévia Dantas, o Banpará vem sendo um grande parceiro da Santa Casa em projetos de empreendedorismo e sustentabilidade como o "Programa Valoriza" e agora no "Conectados Pelo Afeto". "O Comitê de Trabalho de Humanização da Santa Casa existe para apoiar iniciativas de humanização dentro do hospital, por isso estamos dando todo o apoio ao projeto Conectados Pelo Afeto que trará grandes benefícios à assistência".

“Esse projeto surgiu na clínica médica pela autoria de uma psicóloga que, durante a pandemia do novo coronavírus, teve a sensibilidade de possibilitar a comunicação dos pacientes com os familiares. E como estamos vivendo uma nova era da comunicação, a Santa Casa está inovando e possibilitando o contato entre pacientes e familiares através da tecnologia”, ressalta Clevia. “E o Banpará está saindo na frente com a doação desses três tablets, pois o processo de hospitalização deixa os pacientes muito isolados, e o tablet possibilita a eles terem uma visita, mesmo que singular”, complementou.

O gerente regional do Banpará,  Riberto Menezes, disse está muito feliz em poder participar desse projeto e que, através dele, o Banpará pode fazer algo para melhorar de fato o período de hospitalização de alguns pacientes, e ressaltou que a Santa Casa também contribui muito com o banco, uma vez que os seus servidores também são correntistas.

“Aqui no Estado temos várias instituições financeiras, mas só o Banpará é paraense de fato e por isso não poderíamos ficar de fora desse projeto. Essa pequena contribuição que estamos fazendo vai fortalecer o elo entre os familiares dos pacientes e a Santa Casa. É assim, a gente entrega à Santa Casa e a Santa Casa entrega à comunidade. Esse projeto é fantástico e vai ajudar muitas pessoas. Não deixem acabar”, ressalta Riberto. “Os funcionários da Santa Casa representam muito à rede de clientes do Banpará, e temos a intenção de pôr um posto de atendimento aqui na Santa Casa para atender esses servidores, até porque temos diversos produtos e serviços que podem favorecê-los, e juntos vamos trabalhando para construir um mundo melhor para todos”, finalizou.

Por Helder Ribeiro (SANTA CASA)