Exposição fotográfica promove o turismo do Pará na Europa

08/10/2020 16h19 - Atualizada em 08/10/2020 18h58
Por Israel Pegado (SETUR)

“Conversei com o secretário André Dias para criarmos uma exposição que fosse à Europa vender o turismo do Pará com uma visão artística. Percebemos que era difícil entrar na Europa pelos caminhos convencionais do turismo. O custo é muito alto e demanda muito tempo. Pela veia artística havia esse espaço de divulgação”. A fala é do fotógrafo João Ramid que, em parceria com profissionais da fotografia paraenses e portugueses, idealizou e concebeu a exposição “Além-Mar – Fotografias entre Brasil e Portugal”, que terá sua mostra inaugural, nesta sexta-feira, dia 09, às 18h, na Praça das Águas da Casa das Onze Janelas. A iniciativa contou com o apoio, recursos, logística e realização da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), em conjunto com o Sistema Integrado de Museus (SIM) e Secretaria de Estado de Cultura (Secult).

A exposição faz parte do “Projeto Transatlântico”, que promoveu uma viagem de fotógrafas portuguesas ao Pará para conhecer o potencial turístico do Estado. As profissionais lusitanas Ângela Berlinde, Lucília Monteiro e Olívia da Silva se juntaram a três fotógrafos paraenses (João Ramid, Paula Giordano e Tarso Sarraf) para produzir duas linhas de fotografia. “As fotografias têm uma arte muito linda, o trabalho de ambas, com uma linguagem artística, fotografia-arte, tanto de detalhes, como de paisagem”, explica Ramid.

“Tivemos a oportunidade de levá-los ao Marajó, a Amazônia Atlântica, acompanhar o Círio de Nazaré e voltaram para Portugal”, revela João Ramid. Também foram usados acervos e bancos de imagem dos fotógrafos paraenses, como os do Xingu, Baixo Amazonas, Santarém, Marabá, Sul do Pará, para acrescentar a exposição e aumentar os números de destinos turísticos do Pará. Ao todo, são 38 imagens, compondo de forma diversificada o material da exposição. “Queremos despertar a curiosidade e o interesse das pessoas de vir aqui conhecer. Esse é o nosso objetivo maior”, afirma Ramid.

Para o secretário de Estado de Turismo, André Dias, é muito bom ver fotógrafos paraenses e europeus em destaque com seus trabalhos. “É com muita alegria que nós vemos projetos sendo realizados na Europa, ainda mais com exposições fotográficas que se inspiraram aqui no Pará, na cultura paraense, nos nossos hábitos, costumes, na nossa natureza, levando para o mundo o que é o Pará”, destaca o titular da Setur.

Ângela Berlinde é uma renomada curadora de fotografias da Europa, e participa de um dos maiores grupos de fotógrafos do mundo inteiro. A realização do projeto foi firmado por ela em uma reunião com o secretário de Turismo André Dias e João Ramid. “Fizemos a proposta pra ela, que topou na hora, de imediato”, conta o fotógrafo.

Ângela conta que há mais de 15 anos atravessa o Oceano Atlântico para fotografar o Brasil, particularmente o Nordeste, em especial o Ceará. “Ter viajado ao Pará foi certamente uma descoberta, um encantamento. Eu utilizo muito a expressão ‘fiquei em tremor’. E neste caso não só uma sensação física, mas visual, daquilo que é a paisagem, daquilo que é o esplendor dos rios, praias, sabores. E eu nunca tinha percebido um Brasil tão rico quanto o Pará. E portanto, posso dizer, me deixei contagiar por um acolhimento tremendo, e acima de tudo por uma paixão imediata, de uma terra como Belém e o Pará na sua riqueza completa, desde as fazendas, as paisagens amazônicas, a Ilha do Combu, entre outras”, revela a fotógrafa portuguesa.

O Brasil já possui registro de exposições de fotografias a céu aberto com iluminação interior, tal como uma ocorrida no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro, realizada em painéis com foto em única lâmina. A exposição “Além-Mar – Fotografias entre Brasil e Portugal” reúne quatro painéis fotográficos em cada estrutura, o que cria de certa forma uma postura de vanguarda da exposição, e será a primeira neste formato no país.

Da Casa das Onze Janelas, a exposição partirá ainda para Portugal (Lisboa e Porto), visitando também países vizinhos como Espanha, Inglaterra e Itália.