'Parcerias Pelo Pará' chega à Região Lago de Tucuruí para apoiar a geração de emprego

O objetivo do Estado é mobilizar o setor privado e a sociedade para a criação de políticas públicas destinadas a fomentar o mercado de trabalho

07/10/2020 18h49 - Atualizada em 07/10/2020 20h15
Por Raiana Coelho (SEDEME)

Com ênfase na geração de emprego e renda como estratégia para o crescimento econômico do Estado, foi cumprida nesta quarta-feira (7) mais uma etapa do Projeto Parceria Pelo Pará, desta vez na Região de Integração Lago de Tucuruí, no sudeste paraense. A equipe da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme) levou à região ferramentas de fomento desenvolvidas por técnicos do Estado.

O objetivo principal do “Parceria Pelo Pará” é, por meio da troca de informações entre instituições locais, o setor privado e a sociedade, desenvolver políticas públicas capazes de gerar inserção no mercado de trabalho, além de ouvir a demanda local, para poder apresentar os produtos e serviços que a Sedeme e a rede de parceiros dispõem para auxiliar alternativas que, nesse momento de pandemia, possam fomentar a economia.

Técnicos mostraram os produtos e serviços que a Sedeme e a rede de parceiros dispõem para apoiar a retomada da economia“Sabemos que vivemos um momento complicado, mas o Governo do Pará tem se colocado à disposição, tem criado políticas públicas capazes de trazer o desenvolvimento, para que nós possamos sair dessa realidade que estamos vivendo, que o Brasil está vivendo. O Pará tem sido referência como um Estado que tem criado políticas públicas, gerando um resultado diferenciado nessa retomada da economia”, destacou Andrelina Lima, titular da Diretoria de Desenvolvimento da Indústria, Comércio e Serviço (DDICS), responsável pela criação do projeto.

Acesso a crédito - O presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Tucuruí, Roberto Barbosa, avaliou positivamente a presença das políticas de Estado na Região do Lago. “É de suma importância a participação do governo do Estado, através da Sedeme. Vamos torcer para que esse evento traga recursos para a nossa região, que está sofrida devido à pandemia, e também diante dessa crise econômica que passa o país, principalmente o nosso município”, ressaltou.

A importância do projeto também foi destacada pelo titular da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico de Tucuruí, André Fontana, ao enfatizar a dificuldade de acesso a linhas de crédito. “Acho que a principal causa desse evento é trazer um pouco do poder do Estado para o servidor, para o nosso micro e pequeno empresário. A gente sente muita dificuldade, sobretudo com MPEs (micro e pequenas empresas), de ter acesso a linhas de crédito, à desburocratização. O governo do Estado vem empenhando esforços para criar uma estrutura que facilite a vida do pequeno e microprodutor”, afirmou.

Neste ano, Tucuruí é o quarto município do Pará a receber o cronograma de ações da Sedeme, por meio do Projeto Parcerias Pelo Pará, que conta com o apoio de outros órgãos estaduais, como a Junta Comercial do Pará (Jucepa), Secretaria de Planejamento e Administração (Seplad), Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec), Banco do Estado do Pará (Banpará), Programa CredCidadão, Secretaria de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) e Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), além de entidades como Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), OCB (Organização das Cooperativas do Brasil) e Famep (Federação das Associações de Municípios do Estado do Pará).

Até o final do ano, o projeto deverá chegar a mais oito municípios, de diferentes regiões de integração.