Escolas da rede estadual passam por limpeza e desinfecção para retorno das aulas presenciais

Protocolos de segurança são adotados pela Seduc para garantir um ambiente sem risco de contágio à comunidade escolar

30/09/2020 19h22 - Atualizada em 30/09/2020 22h58
Por Lilian Guedes (SEDUC)

Equipes de limpeza já estão trabalhando em várias escolas para garantir o retorno seguro às salas de aulaCom o retorno gradual das aulas presenciais previsto para o mês de outubro, as escolas da rede estadual de ensino estão passando pelo processo de higienização e adequação, para que a retomada seja segura e obedeça a todos os protocolos sanitários recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

A limpeza e desinfecção dos ambientes escolares, sobretudo das salas de aulas, estão recebendo os cuidados necessários com o uso de produtos como água sanitária e desinfetante, além do álcool em gel, detergente e sabão. O procedimento visa combater a propagação do novo coronavírus nas unidades, garantindo segurança à comunidade escolar.

Na Escola Estadual Aldebaro Cavalero de Macedo Klautau, localizada no bairro do Tapanã, em Belém, a adaptação para receber os alunos com segurança, depois de seis meses de afastamento devido à pandemia, foi iniciada em julho.Na Escola Aldebaro Klautau a adequação foi iniciada em julho

Precaução - Distribuição de álcool em gel por toda a área de circulação, pias externas com sabão e detergente para higienização, informativos com medidas de prevenção quanto ao uso de máscaras de proteção e marcações para o distanciamento social são algumas das medidas que a diretoria da escola já adotou para receber os estudantes e professores. Pias e sabão já estão disponíveis na Escola Aldebaro Klautau

“Em todos os espaços da escola sinalizamos com informativos de como deve ser feita a higienização das mãos, distância permitida e orientações quanto ao uso obrigatório da máscara. Implantamos várias pias e distribuímos álcool em gel por todo o prédio, salas, banheiros, biblioteca, refeitório. Estamos seguindo todas as orientações da Seduc (Secretaria de Estado de Educação) e desejamos o melhor nesta etapa”, disse a diretora Rosiana Garcia.

Desde a entrada no prédio é possível observar o cuidado que a equipe está tomando para a retomada das aulas presenciais. Foi criada na escola a “Sala da Covid”, equipada com álcool, luvas, toucas, máscaras e termômetro, para receber o aluno que apresentar algum sintoma suspeito, até a chegada do responsável. É um isolamento prévio, que consta das medidas de precaução.A desinfecção dos espaços é necessária a segurança de alunos, professores e demais profissionais da educação

Ambiente seguro - Todas as escolas da rede pública de ensino vêm passando pelo processo de limpeza, higienização e desinfecção, para tornar o ambiente seguro para alunos, professores e demais servidores.

“O protocolo de retomada das aulas foi amplamente discutido e teve toda a observância dos critérios técnicos epidemiológicos e de prevenção, para que a retomada seja segura. E esta é apenas uma das ações que estaremos realizando para garantir um ambiente seguro aos alunos e todos os integrantes da rede educacional de ensino”, garantiu a titular da Seduc, Elieth Braga.

Os pais receberão um termo de responsabilidade para autorizar o retorno dos filhos às aulas presenciais.