Codec discute estratégias para o fortalecimento do setor produtivo de Rondon do Pará e Oriximiná

22/09/2020 15h24 - Atualizada em 22/09/2020 18h43
Por Igor Nascimento (CODEC)

A Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec) segue construindo parcerias com municípios das mais diversas regiões paraenses com foco em atração de investimentos. Nesta terça-feira (22), representantes da diretoria de Estratégia e Relações Institucionais do órgão apresentaram objetivos e metas previstas dentro do programa de Fortalecimento do Segmento Produtivo Estadual às gestões municipais de Oriximiná, no Baixo Amazonas, e Rondon do Pará, no sudeste do Estado. 

O programa, que prevê o levantamento das potencialidades econômicas, o mapeamento de condições de infraestrutura e a orientação de políticas públicas de estímulo a investimentos, tem como base a missão institucional da Codec no âmbito estadual e está sendo apresentado aos municípios para colaborar na estruturação de políticas públicas, visando estimular o desenvolvimento econômico.

“O nosso programa prevê uma série de etapas de trabalho em parceria com os municípios e a primeira delas nós realizamos hoje. Dentro dessas ações, estão previstas a realização de workshops de capacitação das equipes municipais, a elaboração de Guias do Investidor, evidenciando as potencialidades do município, além do apoio na elaboração da leis municipais de incentivos, facilitando a atração de indústrias que contribuam para o fortalecimento da economia”, explicou Vitor Hugo Gomes, assessor da Codec que conduziu os encontros virtuais.

Além disso, segundo Vitor Gomes, a parceria da Codec com os municípios também vai permitir o estudo da viabilidade de áreas industriais incentivadas, de acordo com as principais cadeias produtivas locais, e o diagnóstico da pequena indústria. “Isso fecha os objetivos do programa que tem o objetivo de fomentar e fortalecer o segmento produtivo local, tendo como base a disponibilidade de áreas para a instalação de indústrias em cada localidade”, acrescenta.

Desafios - De acordo com o secretário de Planejamento de Oriximiná, Giovanni Paolo Farias, o grande desafio do município é agregar valor aos seus produtos, beneficiando produtores locais e a população. “A gente acredita que esse trabalho é muito importante para o município, principalmente o diagnóstico econômico. Hoje, em Oriximiná, além da indústria de extração de bauxita, o nosso maior giro ainda é de produtos primários como a castanha e o cumaru, e o nosso objetivo é atrair indústrias que beneficiem esses produtos aqui, que gerem renda e agreguem valor a esses produtos, fazendo com que nossos produtores tenham compradores certos. É por esse motivo que acredito na necessidade dessa parceria em torno do projeto que está sendo iniciado agora com a Codec”, disse.

Para Gilson Queiroz, secretário de Finanças de Rondon do Pará, a preparação do município para a apresentação das suas potencialidades que resultem em atração de negócios é essencial. “Consideramos o que foi apresentado aqui muito importante para Rondon e o município merece essa atenção, de fato, pela sua posição estratégica no Estado. Aqui, a economia sempre teve destaque pela agricultura (produção de soja, milho), a pecuária e a extração de madeira, o que indica os caminhos para onde devemos seguir”.

“Para a atração dos investimentos, é necessário que exista uma estrutura, uma preparação para que o investidor veja a região com bons olhos, por isso vamos dar todo o auxílio e ajudar no que for preciso dentro dessa iniciativa para trazer desenvolvimento para o nosso município”, afirmou o secretário.

Etapas - Evandro Diniz, gerente de Relações Institucionais da Codec, detalhou a importância das parcerias com municípios e falou das próximas etapas da iniciativa. “Esse contato com as prefeituras é essencial para que possamos desenvolver um trabalho conjunto e colocar os municípios no trajeto de atração de negócios de maneira mais contundente e não só na área industrial, mas também com foco na bioeconomia, que nos oferece inúmeras possibilidades e é o futuro”. 

“O encontro de hoje foi a primeira reunião de alinhamento e agora as próximas etapas são o levantamento dos dados locais, o estabelecimento do cronograma de atividades e então as fases de capacitação das equipes e a elaboração do guia do investidor”, concluiu.