Ceasa realiza plantio de mangueiras pelo Dia da Árvore

Centrais de Abastecimento do Pará tem uma das maiores áreas verdes entre as Centrais do País, e ampliou seu bosque no bairro do Curió-Utinga, em Belém

21/09/2020 16h09 - Atualizada em 21/09/2020 17h30
Por Bernadete Barroso (CEASA)

Servidores da Centrais de Abastecimento do Pará (Ceasa) plantam mudas de mangueiras na área do bosque do prédio administrativo Em comemoração ao Dia da Árvore, neste 21 de setembro, os servidores das Centrais de Abastecimento do Pará, plantaram mudas de mangueiras na área do bosque em frente ao prédio administrativo da Ceasa. O momento contou a participação do presidente das Centrais, Scaff Filho, diretores, assessores e servidores.

Entre as Centrais de Abastecimento no Brasil,  a Ceasa no Pará é uma das que têm espaço físico com maior área verde. A escolha do plantio de mangueiras, árvore símbolo da capital paraense, segundo a direção da Ceasa, serviu para incentivar ainda mais a preservação do meio ambiente e a busca pela qualidade de vida.

A agrônoma Lidiane de Queiroz, disse que "além da beleza, as árvores nos proporcionam sombra, temperatura amena, frutos, evitam a erosão do solo, amenizam os efeitos sonoros, alimentam tanto os pássaros com seus frutos quanto a nós''.

“A presença das árvores é inquestionável para a humanidade, são elas que produzem o oxigênio através do processo da fotossíntese, contribuindo para a manutenção da biodiversidade”, enfatizou a agrônoma  Lidiane Queiroz.

“Temos uma Ceasa inserida no verde, isso é belíssimo, das Centrais de Abastecimento do Brasil estamos entre as que possuem o maior cinturão verde em sua área física e preservar esse ambiente é muito importante. Somos um Governo que não deixa de lado a questão ambiental e trabalha sempre cuidando do hoje, sem esquecer do futuro”, destacou o presidente.