Seduc lança I Semana Estadual de Alfabetização para professores da rede estadual

A iniciativa é alusiva ao Dia Mundial da Alfabetização, instituído pela Organização das Nações Unidas

08/09/2020 19h27 - Atualizada em 09/09/2020 11h12
Por Lilian Guedes (SEDUC)

“O professor alfabetizador é aquele que abre as janelas para um mundo letrado da leitura e da escrita, do qual o aluno já faz parte”, afirmou a secretária adjunta de Ensino, Regina Pantoja, em alusão ao Dia Mundial da Alfabetização, comemorado neste 8 de Setembro. A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU), por meio da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), para discutir assuntos e questões ligadas à alfabetização, promovendo debates mais amplos a respeito do tema.O lançamento da Semana Estadual de Alfabetização foi por meio de uma live

Para ressaltar a importância da data, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), por meio da Coordenação de Educação Infantil e Fundamental (Ceinf), lançou, pela internet, a I Semana Estadual de Alfabetização, para que docentes da rede estadual de ensino possam explanar e discutir melhorias em relação ao processo de aprendizagem de crianças e garantir a alfabetização nas séries iniciais do ensino fundamental.

A secretária adjunta Regina Pantoja ressaltou a importância de fomentar a leitura e a escrita nos anos iniciais de aprendizadoCidadania - A alfabetização de crianças e adultos garante melhor exercício da cidadania, já que, por meio da escrita e da leitura, é possível compreender os caminhos, além de entender sobre direitos e deveres. O entendimento possibilita compreender ideias e pensamentos, para que o aluno seja capaz de buscar aquilo que ele tem direito, em qualquer área. 

Para Regina Pantoja, é de suma importância fomentar a leitura e a escrita nos anos iniciais. “Essa participação do professor e do aluno para essas janelas vem possibilitar que o aluno, ao ser alfabetizado, venha a adquirir conhecimento no processo da leitura e da escrita, e seja capaz de buscar aquilo que tem direito, seja na área da educação, saúde ou moradia digna, e tenha direito enquanto pessoa”, afirmou.

A I Semana Estadual ocorrerá até o próximo dia 10 de setembro (quinta-feira) com professores de várias unidades escolares, para que possam ser discutidas e planejadas medidas a serem trabalhadas com os estudantes nas fases iniciais. Lucidea Santos, coordenadora de Educação Infantil da Seduc, destacou a criação do Programa Alfabetiza Pará

“Alfabetiza Pará” - Durante a live, a coordenadora de Educação Infantil e Fundamental da Seduc, Lucidea Santos, destacou a criação do Programa Alfabetiza Pará – voltado às turmas dos anos iniciais (do 1º ao 5º ano) – com ações destinadas à prática do professor e ao desempenho de seu alunado, além de fornecer aos docentes mecanismos reflexivos e pedagógicos.

“O Brasil tem mais de 11 milhões de analfabetos entre 16 e 65 anos. A semana estadual e a política de alfabetização da Seduc se alinham para superar esse desafio”, ressaltou a coordenadora.

Os professores vão discutir melhorias ao processo de aprendizagem de crianças

O Programa Alfabetiza Pará foi criado em 2019, após estudo estatístico realizado pela Seduc, para que às unidades de ensino com baixo desempenho em leitura, escrita e matemática fosse oferecido um planejamento de formação continuada, de assessoramento e monitoramento para a melhoria neste processo de ensino. O Programa oferece cursos de formação continuada para que professores construam atividades diagnósticas e materiais. (Colaboração de Lucas Freitas).