Procon leva orientação ao consumidor e fiscalização a municípios do nordeste paraense

01/09/2020 20h26 - Atualizada em 01/09/2020 22h59
Por Gerlando Klinger (SEJUDH)

Com o objetivo de interiorizar os atendimentos que garantem o direito do consumidor, servidores da Diretoria de Proteção e Defesa do Consumidor do Procon-Pará atuaram em Bragança, município do nordeste paraense, na segunda (31 de agosto) e terça-feira (1º de setembro). Consumidores bragantinos puderam ser informados sobre seus direitos, fazer reclamações e dar informações aos fornecedores de produtos e serviços. O Procon/PA é vinculado à Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh).Servidores do Procon orientaram consumidores sobre direitos e ouviram sugestões

Em Bragança foram realizados 30 atendimentos. Nesta quarta-feira (2) e na quinta (3), as equipes estarão em Capanema. Essa etapa do trabalho será concluída em Tracuateua, município da mesma região.

Fiscalização – Com os fornecedores de produtos e serviços, os fiscais do Procon verificam se há nos estabelecimentos pelo menos um exemplar do Código de Defesa do Consumidor; leitor óptico para verificação dos preços dos produtos; compatibilidade dos valores expostos nas prateleiras com o sistema no ato do pagamento; notas fiscais de compra e venda, em busca de abusividade nos valores cobrados; se há produtos com prazo de validade vencido; o tempo de espera em filas de bancos e a higiene em cozinhas de locais que vendem alimentos.Equipe de profissionais do Procon-PA continua o trabalho em municípios do nordeste

De acordo com o diretor do Procon-PA, Nadilson Neves, o atendimento à população do interior é prioridade no planejamento do órgão. “Em cumprimento ao plano de governo do Procon-Pará, realizamos atendimentos com orientações e informações, além das reclamações do consumidor paraense. Caso o consumidor se sinta lesado, pode fazer a sua denúncia diretamente conosco”, acrescentou.