Obras em importantes rotas de escoamento da produção paraense estão aceleradas

Trabalho avança nas PA's 481 e 483 e no Trevo do Peteca, em Barcarena

06/08/2020 12h01
Por Kátia Aguiar (SETRAN)

Na PA-483 estão sendo feitos serviços de tapa-buraco e implantação de 16 quilômetros do acostamentoO governo do Estado continua o trabalho de recuperação e pavimentação das rodovias do Pará. A maioria das obras segue em ritmo acelerado, como é o caso das PA's 481 e 483, no trecho entre a Alça Viária até o Trevo do Peteca, no município de Barcarena.

Na rodovia PA 481 estão sendo feitos serviços de recuperação e reforço da base e sub-leito da pista, que ganhou novo sistema de drenagem de águas pluviais, com capacidade adequada. Em seguida, será feita a pavimentação do trecho que ficava alagado.

Já na PA-483, uma das mais importantes rodovias do estado, estão sendo realizados serviços de tapa-buraco e implantação de 16 quilômetros do acostamento. A rodovia liga a Região Metropolitana de Belém (RMB) até o Porto da Vila do Conde em Barcarena, que é de essencial importância para o setor produtivo paraense. A obra tem jurisdição do 4° Núcleo Regional da Secretaria de Estado de Transportes (Setran), que tem sede em Abaetetuba.

Rodovias são importantes rotas de escoamento da produçãoEstão sendo investidos mais de R$15 milhões na melhoria das duas rodovias, recurso oriundo do tesouro estadual. Segundo o titular da Setran, a obra é importante para quem precisa se locomover em direção à Barcarena, e também para os caminhoneiros que transportam a produção mineral e agropastoril do Estado. Eles utilizam as vias para acessar o Trevo do Peteca, onde ficam estacionados aguardando a hora de carregar ou descarregar mercadorias no porto de Vila do Conde.

“As obras de recuperação das duas vias e do trevo do Peteca fazem parte de uma estratégia do governo do Estado de investir na melhoria do escoamento da produção e da melhoria da trafegabilidade para os moradores de todo o Pará”, destaca Pádua Andrade.

A PA-483 e PA-481 fazem parte do complexo da Alça Viária, que são rodovias e pontes que interligam a RMB até o Sul e Sudeste do Pará, juntamente com o polo industrial de Barcarena. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), 900 caminhões utilizam a rodovia por dia e estacionam na aérea do Trevo do Peteca.