Governo do Estado entrega Escola Aracy Alves em Salinópolis

São 22 espaços reconstruídos, modernos, para a oferta de um ensino com maior qualidade para 850 alunos. A unidade de ensino é a 33ª entregue pelo atual governo e a segunda em Salinópolis

30/07/2020 13h55 - Atualizada em 30/07/2020 16h43
Por Leidemar Oliveira (DETRAN)

A comunidade escolar de Salinópolis recebeu na manhã desta quinta-feira (30) a Escola Estadual Profa Aracy Alves Dias. A unidade de ensino agora está pronta para receber alunos e professores quando as aulas presenciais retornarem. 

A obra iniciou em 2017, mas prosseguiu lentamente. Logo que a gestão Helder Barbalho assumiu agilizou a reforma que recebeu um investimento de R$ 3.4 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). 

Com 22 espaços modernizados, a Escola Aracy Alves está apta a oferecer ensino com mais qualidade aos alunos. A partir de agora, os estudantes também passam a contar com mais duas salas de aula, quadra poliesportiva coberta, sala de leitura, bicicletário e outras áreas de vivência.

“Além do conforto em sala de aula, que permite que o aluno tenha muito mais condições de aprender e o professor muito mais condições de ensinar, temos um laboratório de informática, onde ele pode trabalhar com um ensino significativo para o aluno e também sala de leitura. Temos uma quadra poliesportiva e isso é de fundamental importância para que o aluno sinta vontade de estar na escola e sinta vontade de estudar”, destaca o diretor Daniel Palheta. 

A precariedade em que a escola se encontrava agora está só nas lembranças do passado. “Antes não tinha ar-condicionado, o piso da quadra não dava nem para jogar direito. Isso atrapalhava um pouco os alunos. Como está agora, está bem melhor. Ficou muito boa, muito legal. Estou ansioso para voltar às aulas. Quando voltarem, vai ficar tudo melhor”, afirmou o estudante Marcos Lins, de 15 anos. 

A autônoma Deusarina da Cruz garante que as condições atuais da escola são bem diferentes da época em que ela estudou, em 1978. Feliz em ver que os netos vão aproveitar as novas instalações, ela reforçou a importância dos investimentos em educação. “Não tinha nada, agora está tudo muito bom. Tem sala de informática, que é importante para os alunos. Hoje em dia tem que ter informática. Um filho meu estudou aqui, também. Agora são meus netos. O governo está investindo na educação. Pela televisão a gente vê isso, que ele está inaugurando as escolas, se preocupa com a população. Que os alunos façam um bom proveito”.

"Quero agradecer ao governador pelos investimentos em Salinas. Entregamos uma escola no início do ano passado, no regime de convênio, uma obra recorde, terminada em 8 meses, e também com a qualidade que esta obra tem", disse o prefeito de Salinópolis, Paulo Henrique Gomes.

Segundo a secretária de estado de Educação, Elieth de Fátima Braga, o município deve ser beneficiado com outras obras.  “Ainda serão mais duas até o final do governo. Aqui, a gente vem trabalhando para ofertar educação de qualidade e espaço digno para os nossos alunos, professores e pais”. A titular da Seduc reforçou, que apesar do atraso das obras causado pela pandemia da Covid-19, o governo  trabalha para agilizar o cronograma. A expectativa da Seduc é entregar 55 escolas reconstruídas ou novas até o final deste ano.

Ciente de que a educação é o caminho para o futuro, o Governo estadual procura reconstruir o ambiente escolar, a estrutura das escolas e, claro, a qualidade do ensino. “Esta escola seguramente está adequada naquilo que desejamos de um padrão de qualidade. Um ensino público no estado do Pará de referência para o Brasil. Escolas públicas que garantam a formação de crianças, jovens, adultos para que eles estejam preparados para realizar seus sonhos a partir do conhecimento”, enfatizou o governador Helder Barbalho. 

Helder informou que o governo fará ainda este ano duas importantes ações vinculadas à infraestrutura turística da cidade: a nova pracinha e a orla do Atalaia. “Ao término dessas duas importantes obras, teremos seguramente um incremento para que Salinas possa estar cada vez mais preparada para receber os seus moradores e visitantes, sejam paraenses que venham aqui para visitar, seja o estímulo ao turismo para que aqui possamos gerar emprego e oportunidade", concluiu.