Em Breves, obras do sistema de água aceleram para melhorar o abastecimento

A obra, um investimento acima de R$ 20 milhões, é esperada pela população desde 2013

29/07/2020 21h41 - Atualizada em 29/07/2020 23h18
Por Tayná Horiguchi (COSANPA)

O reservatório elevado de água do novo sistema, construído em concretoAs obras de ampliação do sistema de abastecimento de água no município de Breves, no Arquipélago do Marajó, seguem em ritmo acelerado. Mesmo com as dificuldades enfrentadas durante a pandemia de Covid-19, como o transporte de equipamentos até a região, o trabalho não foi interrompido. Etapas que estavam em construção no início do ano avançaram, como o reservatório elevado de água, que foi construído em concreto, e a base da estação de tratamento de água (ETA), que já está pronta.  A ETA terá oito decantadores (tanque para decantação da água), quatro floculadores (equipamento utilizado para formação de flocos) e quatro filtros (para filtração da água).

As obras foram retomadas em julho de 2019 pela Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), em ato que contou com a presença do governador Helder Barbalho. O projeto iniciado em 2013 ficou anos paralisado. O investimento ultrapassa R$ 20,5 milhões, destinado a garantir a melhoria do abastecimento de água aos moradores de Breves.A pandemia não impediu o andamento das obras, que desde junho estão em ritmo acelerado

De acordo com o engenheiro Diego Batista, responsável pelo acompanhamento da obra, o ritmo seguirá intenso para que a população seja logo beneficiada pela melhoria dos serviços. “Durante o pico da pandemia de coronavírus, o ritmo da obra desacelerou um pouco. Mas começamos a retomar o ritmo esperado em junho. O reservatório foi concluído e iniciamos o trabalho para a construção do reservatório apoiado. Estamos com a previsão de início dos serviços da implantação da rede de abastecimento de água para a segunda quinzena de setembro”, informou o engenheiro.