Servidores começam a usar aplicativo de transporte pessoal

Sistema Transgov foi desenvolvido em Belém, reduz gastos e garante maior transparência e controle dos recursos públicos

23/07/2020 12h23 - Atualizada em 23/07/2020 13h50
Por Giovanna Abreu (SECOM)

O Governo do Pará avança na implantação do Sistema Transgov nos órgãos e secretarias estaduais. Servidores da Secretaria da Fazenda, Procuradoria Geral do Estado e da Secretaria de Estado de Planejamento e Administração, começaram a utilizar o serviço que assegura maior comodidade nos deslocamentos a trabalho, redução dos gastos e maior transparência e controle dos recursos públicos.Sistema Transgov foi desenvolvido por empresa paraense

A secretária de Planejamento e Administração, Hana Ghassan, observa as vantagens do uso do Sistema Transgov para os agentes públicos e a administração pública. “Além de trazer mais conforto aos servidores, irá propiciar a redução de gastos com a frota própria, locação de veículos e no consumo de combustível, uma vez que representa o fim da despesa com a quilometragem vazia”.

A Seplad explica que todos os servidores poderão ser cadastrados no Sistema, mas o registro ficará a cargo de cada órgão e entidade da administração pública estadual, que pode optar por concentrar o cadastro de agentes de determinados setores ou serviços do órgão. O Sistema funcionará exclusivamente durante o horário de expediente do servidor cadastrado. 

MAIS SOBRE O APLICATIVO 

Para solicitar uma corrida, o servidor deve baixar o aplicativo de celular “Yet go’’, um serviço de mobilidade urbana com tecnologia simples e de fácil manuseio. Todos os dados das corridas ficarão registrados no sistema, que poderá ser auditado a qualquer momento, o que garante mais transparência e controle com os recursos públicos estaduais. O serviço é regulamentado pelo Decreto Nº. 508, de 16 de janeiro de 2020. 

“O aplicativo é uma startup 100% paraense. É mais uma inovação do Governo do Estado que utiliza a tecnologia para redução das despesas. Assim, podemos investir, cada vez mais, em outros setores”, ressalta a titular da Seplad, Hana Ghassan.

Inicialmente, o projeto será utilizado em Belém, Distrito de Icoaraci, Ananindeua e Marituba. Posteriormente, será difundido para outros municípios do Estado, conforme aceitação da Seplad e empresa contratada. 

Sistemas de transporte de servidores públicos similares já são utilizados em outros estados brasileiros. A Diretoria de Gestão de Logística da Seplad, através da Coordenadoria de Projetos Logísticos, estudou diversos modelos para adotar no Pará o serviço que melhor se adaptasse à realidade paraense.